Críticas Destaques Filmes Séries & TV 

Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo | Crítica: Venha pela função interativa, fique pela trama maluca e engraçada

Quando anunciado, lá em 2019, o episódio interativo da comédia Unbreakable Kimmy Schmidt deixou os fãs da série bastante empolgados, afinal, Kimmy Schmidt tinha terminado de passar sua temporada final no começo daquele ano, e a Netflix tinha acabado de exibir o episódio interativo da série Black Mirror no final do ano anterior. Era tudo muito novo, e não sabíamos muito bem como seria e qual história seria contava, apenas que seria interativa.

E agora, com o episódio disponível na Netflix, vimos que as coisas deram muito certo, e não saber o que esperar dele fez total a diferença.

Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo | Crítica
Foto: Netflix

Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo (2020) faz um grande episódio típico da série e entrega, novamente, uma história maluca, engraçada e cheia de piadas ácidas e com aquele mesmo humor visto durante as outras temporadas de Kimmy Schmidt na Netflix. E isso, dá valor para a produção, bem mais que a função interativa em si.

Claro, brincar com as escolhas dos personagens é divertidíssimo e dá um charme a mais, são 18 opções – sim contamos e a lista com todas elas estão abaixo no texto juntamente com as minhas escolhas- mas o que realmente se destaca em Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo é vermos que a dupla de roteiristas Tina Fey e Robert Carlock não perderam a mão e continuaram a manter a essência que fez Unbreakable Kimmy Schmidt ser a contagiante e adorável comédia que foi. 

E nada mais justo que em Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo a dupla de criadores opte por dar um final de conto de fadas para os personagens, e principalmente para Kimmy, não é mesmo?

Assim, eu também dou essa opção para vocês.

O texto abaixo é dividido em duas opções: na primeira eu falo um pouco mais da trama, e na segunda tudo sobre a função interativa. Então, vocês podem escolher pular e ler o trecho que quiser aqui.

Vamos lá?

OPÇÃO 1 : SABER SOBRE A TRAMA

A trama do episódio interativo é simples para falar a verdade. Em Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo vimos que Kimmy (Ellie Kemper) está prestes a se casar, e está feliz depois dos acontecimentos do final da série.

O mesmo vale para Titus (Tituss Burgess) que agora é um ator de sucesso em Hollywood, Jacqueline (Jane Krakowski) que continua a ser sua empresária, e Lilian (Carol Kane) que continua a boa e velha Lilian de sempre. Todos eles estão reunidos para comemorar o final de semana da nossa protagonista e claro, conhecer também o peculiar noivo de Kimmy, o Príncipe Frederick (Daniel Radcliffe com um timing cômico incrível).

E o episódio interativo, já logo no seu começo, deixa o espectador brincar com as opções (mais abaixo), onde algumas delas, claro, influenciam a trama, depois que Kimmy descobre um livro perdido na sua mochila falante (quem mais do que Kimmy para ter uma, não é mesmo?)

Assim, vemos que o tal livro é um daqueles que você precisa avançar para saber as pistas e a história se desenrola de acordo com as opções que Kimmy faz, numa meta-linguagem para o episódio muito bem pensada. Ao terminar, a situação toda deixa a garota pensativa sobre onde e como ele foi parar em suas mãos. Sem muitos spoilers aqui, pois a graça é desvendar a trama junto com a opção interativa, mas o Reverendo Richard Wayne (John Hamm, sensacional) está de volta e parece que temos um novo esconderijo secreto com novas garotas presas. Oh Fuge!

E basicamente é assim, que Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo se desenrola: O confronto final, e o acerto de contas, de Kimmy com o Reverendo.

Aqui o texto usa do momento do mundo, pós movimento Me Too, para fazer uma crítica por trás dos comportamentos tóxicos que começaram a serem expostos pelas mulheres na industria do entretenimento. Ao colocar Kimmy na busca por mulheres que ela nunca viu na vida, Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo mostra o sentimento de sororidade feminina e que uma sempre estará ali para outra. É uma mensagem poderosa passada entre sequências de piadas e opções interativas para o usuário escolher.

Mike Carlsen and Tituss Burgess in Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy vs the Reverend (2020)
Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo | Crítica
Foto: Netflix

Se Unbreakable Kimmy Schmidt era a jornada de Kimmy para viver em Nova York pós libertação do cativeiro, Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo faz emancipação da personagem que está pronta para deixar o passado para trás, amadurecer, e viver seu casamento de contos de fadas, sem perder a excentricidade que sempre marcou. Elle Kemper continua no mesmo ritmo alucinado de sempre e entrega, novamente, uma personagem que parece ter comido muito açúcar e está sempre ligada no 220V. Tituss Burgess, indicado ao Emmy 2020 pelo papel, continua o grande destaque com excelentes piadas e aquele humor bem afiado pronto para render novos gifs para usarmos nas redes socais. E a talentosa Jane Krakowski continua divertidamente maravilhosa como Jacqueline e compõe esse trio que fará falta no streaming.

No final, Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo é uma reunião que os fãs da série mereciam, e o episódio interativo entrega um capítulo final divertido e que conclui a trama desses personagens de uma forma bastante excitante. 

OPÇÃO 2 : SABER SOBRE A FUNÇÃO INTERATIVA

Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo | Crítica
Foto: Netflix/Reprodução YouTube

A função interativa se mostra ser um “que” a mais para o episódio, não chega a fazer efetivamente a diferença na história, como foi em Black Mirror, mas serve para vermos as mais diversas estripulias com os personagens em situações ainda mais malucas do que vimos nas temporadas da série.

Assim, em Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo os momentos interativos funcionam de uma forma simples, há opções que não mudam a trama, como escolher se Kimmy usará um vestido divertido ou um vestido chique (eu escolhi um vestido divertido visto no final) em seu casamento, ou ainda, opções que realmente levam a trama para um caminho, digamos não muito interessante, para sabermos mais da história, quando por exemplo, precisamos optar por Cyndee (Sara Chase), em vez das outras colegas de cativeiro, para sabermos mais sobre a história do livro misterioso.

Como você sabe se escolheu a trama certa? Depois que a opção é selecionada, a história continua seu percurso normalmente por alguns minutos, se você escolheu “certo” o episódio continua, se não, algum dos personagens aparecem, te diz que você precisa voltar e escolher outra opção.

É tudo bem orgânico. E eu me diverti bastante escolhendo algumas opções só para ver onde a trama ia dar. Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo tem uma função padrão que você não precisa escolher nada e a Netflix automaticamente mostra a cena certa, e filme segue uma história na “linha do tempo” correta.

Lembrando que alguns aparelhos, ou TVs não podem ser compatíveis. Eu mesmo tentei ver pela minha e não consegui. Mas existe um vídeo explicativo antes que mostra se você consegue ou não assistir e o motivo.

Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo | Crítica
Foto: Netflix

E vamos de todas as opções e minhas escolhas?

  • Vestido Divertido (Minha opção)
  • Vestido Chique 
  • Ir para a Academia
  • Mentir e Tirar uma Soneca (Minha opção)
  • Acordar Titus (Minha Opção)
  • Deixar Titus Dormir 
  • Ler o Livro 
  • Planejar o Casamento 
  • Beijar Frederick (Minha Opção)

Beijar era a opção errada, onde o episódio me fez voltar para a opção certa que era Ler o Livro.

  • Ligar para Cyndee
  • Ligar para Donna Maria (Minha Opção)
  • Ligar para Gretchen 

Fiz o episódio me levar para todas as opções, começando por Donna Maria, depois Gretchen, e vi que ambas eram as erradas. No final, quem ajuda Kimmy é Cyndee.

  • Levar Jaqueline
  • Levar Titus (Minha Opção)

Aqui, já sabíamos, pelo trailer, que era Titus quem vai na jornada com Kimmy, então acabei por escolher ele mesmo logo de cara.

  • Confrontar o Reverendo (Minha Opção)
  • Bater um Papinho
  • Lilian Canta (Minha Opção)
  • Cyndee Canta
  • Andar (Minha opção)
  • Esperar o carro 
  • Inventar desculpa sobre o roteiro 
  • Inventar desculpa sobre o figurino (Minha Opção)
  • Titus conhece a música Free Bird
  • Titus acha que conhece a música Free Bird (Minha opção)

Aqui foi engraçado ver Titus achar que conhecia a música e a trama terminar com a ligação para polícia. Errei e tive que voltar na outra opção. 

  • O reverendo tem um plano sorrateiro (Minha Opção)
  • O reverendo aplica Karatê no policial. 
  • Escolher Lilian (Minha opção)
  • Escolher Fiona
  • Jaqueline aplica jogos mentais
  • Jaqueline parte para a violência
  • Kimmy e Titus cuidam do bebê
  • Kimmy e Titus seguem o reverendo (Minha Opção)

Aqui, eu achei que para a trama continuar, eles precisariam seguir o reverendo, mas o roteiro explica que isso não é uma coisa Kimmy de se fazer e a cena é bem divertida.

  • Jaqueline pergunta sobre o ano da moça (Minha opção)
  • Jaqueline não pergunta nada  
  • Titus segue Kimmy (Minha opção)
  • Titus vai atrás do banquete 

Opção final

A Kimmy precisa:

  • atirar
  • pisotear 
  • poupar (Minha opção)
  • explodir

Então é isso, comentem nas redes sociais do Arroba Nerd as opções de vocês para o filme interativo de Kimmy Schimidt, e o que acharam dessa experiência?

Avaliação: 3 de 5.

Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo está disponível na Netflix.

Postagens relacionadas