Reviews Séries & TV 

Loki | 1×05 – Jornada ao Mistério: Uma Loki extravagância

Três Lokis rumo ao apocalipse… O que poderia ser uma piada entrega uma das coisas mais malucas, experimentais e divertidas que a Marvel Studios já fez nos últimos anos. Uma piração digna de Loki e que realmente se mostra uma culminação de tudo aquilo que já vimos e o que podemos esperar (ou não) do que é ser um Loki.

Aqui, temos uma festa Loki, uma Loki extravagância quando o Loki de Tom Hiddleston se encontra com outras três figuras Loki que fomos apresentados nas cenas pós-créditos do episódio da semana passada. Com 4 Loki em tela (e um crocodilo), o time de roteiristas de Loki garante um episódio para se assistir e assistir por conta da qualidade das atuações e o texto afiado e muito bem escrito.

ALERTA DE SPOILER!

Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos da série/filme. Continue a ler por sua conta e risco.

VLP5020_105_comp_v007.1034_R.jpg
Foto: Marvel Studios

Bem-vindo ao Apocalipse. Ou para o Vazio, o local como a série chama que Loki vai parar. No quinto episódio da série vemos que Loki encontra com suas três outras variantes, o Old Loki, o Loki nórdico, e o jovem Loki, e claro ainda o CrocodiLoki, onde eles precisam fugir do grande ser que domina a região, a grande fumaça roxa que eles chamam de Alioth. Sebo nas canelas.

Ao mesmo tempo que vemos Loki nesse novo, e destruído mundo, Sylvie continua em sua empreitada de tentar descobrir tudo que pode sobre a TVA, e quem está por trás de tudo isso, ao continuar a fazer a Juíza Renslayer de refém. Ao mesmo tempo que boa parte do episódio se passa na TVA, sinto que Gugu Mbatha-Raw e Sophia Di Martino entregaram um de seus melhores diálogos na série, onde vemos que suas personagens se digladiaram através de palavras, onde foi muito interessante ver quem estava falando a verdade e tentava se sair melhor que a outra. Ainda acho que a Juíza sabe de mais coisa do que ela já revelou mesmo que a personagem também esteja no escuro em relação à muita coisa também. Ainda mais se formos levar em consideração sua história nos quadrinhos.

VLP3400_105_comp_v009.1057.jpg
Foto: Marvel Studios

O episódio conseguiu ainda utilizar, e dar um gostinho de quero mais, com a participação do veterano Richard E. Grant (o Emmy de Ator Convidado vem aí) que pareceu abraçar o caos e a loucura que sua versão de Loki exigia, um Loki mais sábio e mais vivido, sem deixar de ser completamente pirado. O mesmo para Jack Vail que conseguiu se destacar entre atores super talentosos e realmente trazer uma certa dose de imprevisibilidade muito maior para seu Loki Criança que imaginava.

Mas ao mesmo tempo que a trama sai da TVA ela também anda em círculo onde, o 1×05 entregou um episódio que mais parecia uma fase antes da fase final (descobrir quem está por trás de tudo) do que propriamente um episódio que a trama maior avançasse propriamente dito, o que era esperado depois dos acontecimentos vistos no episódio anterior.

Assim, o 1×05 prepara o terreno para o final da temporada, mas parece que ficamos 50 minutos esperando alguma coisa muito uau acontecer e no máximo que tivemos foi um CrocodiLoki comendo a mão de um Loki, e claro, o retorno de Mobius. Sim, Mobius está de volta. 

Com eles se unindo para atacar a criatura de fumaça, o quão legal foi ver todas as variantes Loki olhando para o apocalipse iminente não é mesmo? Loki parte rumo ao seu final de temporada, onde o inesperado e o intrigante estão atrás da cortina (de fumaça) e as expectativas estão lá em cima. Quem vocês acham que estará do outro lado? (Tá bom, é o Kang).

Loki exibe seus episódios todas as quartas-feiras no Disney+.

Disponível no(s) seguinte(s) streaming(s):