Destaques Filmes Notícias 

Os 10 filmes mais marcantes de 2019; uma lista!

Assim como foi em 2018, agora em 2019 separamos uma lista dos 10 filmes mais marcantes do ano.

Tivemos a conclusão da saga do Infinito, uma incrível reunião dos mais poderosos super-heróis da Marvel Studios. Tivemos um olhar afiado para a sociedade em dramas que exploraram os conflitos de classe. Tivemos filmes que venceram prêmios nos principais festivais de cinema pelo mundo.

Assim, separamos os nossos filmes mais marcantes do ano… Foram filmes vistos em festivais, no circuito comercial ou em sessões antecipadas com os estúdios. Podem ou não podem ser os melhores, mais sim, os mais marcantes.

As Golpistas (direção Lorene Scafaria)

Jennifer Lopez and Constance Wu in Hustlers (2019)
Foto: STX Ent

Se teve um filme que deu o que falar em 2019 foi As Golpistas. E por diversos motivos. Seja pela desconfiança em relação ao projeto, a história que seria retratada, e como seria retrata, sobre um grupo de strippers de Nova York, e claro, pelo elenco envolvido.

O burburinho tomou conta do filme para a época do lançamento do primeiro trailer que foi anunciado com mais de 1 mês de antecedência, até mesmo com a pré-estreia surpresa em um dos Festivais de cinema mais prestigiados do mundo, o de Toronto.

As Golpistas então colocou essa grupo de strippers com síndrome de Robin Hood na boca do povo e já alçando Jennifer Lopez para uma vaga nas categorias de atuação desta temporada de premiação. As Golpistas também foram chuva de dólares… o longa arrecadou mais de US$ 150 milhões para um orçamento de pouco mais de US$ 30 milhões.

Fora de Série (direção Olivia Wilde)

Beanie Feldstein and Kaitlyn Dever in Booksmart (2019)
Foto: Imagem Filmes

Fora de Série (Booksmart) foi um dos principais filmes que puxaram o coro em 2019 para Hollywood e o público prestarem atenção nos filmes de baixo orçamento, principalmente as comédias.

Fora de Série além de contar uma história divertida e cativante, com roteiro e direção de mulheres, foi um alerta para a necessidade de continuarmos a ter um espaço dentro da programação nos cinemas para filmes menores, e produções que não são franquia ou lançamentos de grandes distribuidores.

Em 2019, Fora de Série entregou uma produção genuinamente engraçada, e entrou no olho do furação por ser um ótimo filme que não chegava para as pessoas assistirem nos cinemas por diversos motivos.

Assim, Fora de Série gerou bastante burburinho e sai de 2019 como um underdog daqueles que amamos torcer.

Era Uma Vez.. em Hollywood (direção Quentin Tarantino)

Brad Pitt and Leonardo DiCaprio in Once Upon a Time... in Hollywood (2019)
Foto: Sony Pictures

Quentin Tarantino é um dos diretores mais queridos do público cinéfilo. E em 2019 uniu um elenco invejável para contar uma história sobre nada mais que a própria Hollywood.

Assim, os nomes de Leonardo DiCaprio, Brad Pitt, Margot Robbie, Al Pacino, Dakota Fanning, Kurt Russel, Lena Dunham e diversas outras participações especiais colocaram Era Uma Vez..em Hollywood na boca do público.

As polêmicas envolvendo representatividade, o pedido de silêncio e a carta contra spoilers após a exibição em Cannes, e até mesmo os questionamentos envolvendo o roteiro e a trama em si movimentaram o film twitter, e os grupos e fóruns de discussão na internet. Era Uma Vez.. em Hollywood foi um dos verdadeiros filmes eventos de 2019.

Nós (direção Jordan Peele)

Lupita Nyong'o, Winston Duke, Evan Alex, and Shahadi Wright Joseph in Us (2019)
Foto: Universal Pictures

Jordan Peele lançou em 2019 seu segundo longa, Nós que veio cercado de mistério desde do seu instigante primeiro trailer divulgado no Natal de 2018.

Coelhos, pessoas duplicadas, tesouras afiadas e roupas vermelhas deixaram o público curioso para saber qual seria o tema e a história do próximo filme do diretor do sucesso corra!. Assim, com Nós, Peele entregou um suspense intrigante e complexo marcado por ótimas atuações de um elenco liderados por Lupita Nyong’o e que gerou discussões, debatidos, e análises de final explicado por meses.

O Farol (direção Robert Eggers)

Willem Dafoe and Robert Pattinson in The Lighthouse (2019)
Foto: Universal Pictures

O Farol foi um daqueles filmes também que gerou muito falatório. Seja por sua dupla de protagonistas, Robert Pattinson e Willem Dafoe, uma aposta diferente e nada convencional, seja por ser filmado em preto e branco, e por ter produção e envolvimento do brasileiro Rodrigo Teixeira.

O longa participou de Cannes 2019, venceu um prêmio paralelo da competição, e faz o longa começar sua campanha de burburinho por aí. A curiosidade, o primeiro trailer completamente enigmático, e o hype na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo fizeram de O Farol uma das produções mais marcantes de 2019.

Parasita (direção Bong Joon Ho)

Woo-sik Choi and So-dam Park in Gisaengchung (2019)
Foto: NEON

Parasita chegou com também do Festival de Cannes, tendo saído vencedor do festival e realmente tomou o mundo e Hollywood de surpresa.

Com sua trama que faz um excelente retrato de uma sociedade capitalista imprevisível e agressiva o longa fez muita gente colocar a mão na consciência e repensar certas atitudes e comportamentos.

O longa chegou ao Brasil pela Mostra SP 2019 causando alvoroço, salas lotadas, e batendo recorde de retirada de ingressos. Nos EUA, o filme foi muito bem em bilheteria com mais de 17 milhões de dólares para uma produtora independente a NEON.

O Irlandês (direção Martin Scorsese)

Robert De Niro, Al Pacino, Ray Romano, and Craig Vincent in The Irishman (2019)
Foto: Netflix

O Irlandês, pelo menos no começo do ano, era a grande aposta da Netflix para a temporada de premiações. Tinha direção de Martin Scorsese, um elenco de antigos super atores de Hollywood como Al Pacino, Robert DiNiro e Joe Pesci. Tinha um orçamento gigante, usava rejuvenescimento facial, tinha várias locações e ainda se viu no fogo cruzado do embate cinema vs Netflix, depois Marvel vs cinema, e numa menor escala Duração vs idas ao banheiro.

E tudo isso gerou bastante burbinho para o filme que foi lançado primeiro nos cinemas para depois chegar no serviço de streaming e gerar debates sobre todos os ângulos, desde do filme em si quanto sua importância para o cinema em 2019.

Vingadores: Ultimato (direção Anthony Russo e Joe Russo)

Don Cheadle, Robert Downey Jr., Bradley Cooper, Chris Evans, Mark Ruffalo, Chris Hemsworth, and Chadwick Boseman in Avengers: Endgame (2019)
Foto: Marvel Studios

Não teve como… os amantes dos filmes blockbusters pararam para acompanhar o final da Saga do Infinito. Parecia final de novela nos anos 90, final de Copa do Mundo com o Brasil no auge….as pessoas queriam saber o que iria acontecer depois que Thanos tinha eliminado metade da população do universo da Marvel Studios nos cinemas e como os Vingadores iriam reagir e contra atacar.

Vingadores: Ultimato fez uma grandiosa reunião de super-heróis e a finalização de 10 anos de filmes da Marvel Studios….E não é exagero… o longa fez 2,798 bilhões de dólares ao redor do mundo. Só aqui no Brasil tivemos mais de 19 milhões de ingressos vendidos fazendo do longa a maior estreia* do ano.

Coringa (direção Todd Phillips)

Joaquin Phoenix in Joker (2019)
Foto: Warner Bros

Coringa era aquela grande marca de interrogação na cabeça de muita gente. Um filme baseado nos quadrinhos de super-heróis, mas focado no vilão, e sem ter o seu maior inimigo na história. Seria um longa de origem de personagem e totalmente descolado da linha do tempo atual do estúdio.

Uma aposta arriscada e que deu super certo.

Coringa e Joaquin Phoenix dominaram as conversas sobre o Festival de Veneza 2019, onde o longa saiu vitorioso em diversas categorias. A força do personagem, da atuação magnética e caótica de Phoenix, e do burburinho em torno do filme fizeram do longa um dos mais marcantes de 2019.

Bacurau (direção Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho)

Bárbara Colen in Bacurau (2019)
Foto: Vitrine Filmes

Se for, vá em paz…. Bacurau talvez seja um dos filmes mais marcantes, comentados, e divisores do ano. Das mãos de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, longa fez sucesso no Festival de Cannes, venceu Prêmio do Júri e começou sua trajetória de sucesso no Brasil e ao redor do mundo.

A campanha agressiva de lançamento, o boca-a-boca, a comoção do público que abraçou Bacurau e a mensagem que longa passou tomou a bolha cinéfila do film twitter feito um furação. Um dos filmes mais falados, comentados do ano que ainda tem fôlego mesmo depois de meses de seu lançamento. Bacurau definitivamente ficou marcado na história do cinema nacional em 2019.

E para você? Qual foi sua lista de filme mais marcantes em 2018? Comentem aqui ou nas nossas redes socais.

*Com informações da ComScore Brasil.

Postagens relacionadas