Jessica Jones e O Justiceiro também são canceladas e Jeph Loeb comenta

    0
    227
    Try Apple TV

    A parceria entre Neflix e Marvel chegou ao fim.

    Seguindo Marvel – Demolidor, Marvel – Punho de Ferro e Marvel – Luke Cage, hoje foi dia do cancelamento de Marvel – Jessica Jones (que ainda não estreou sua 3ª temporada) e Marvel – O Justiceiro.

    Jeph Loeb, da Marvel TV, escreveu uma carta aos fãs comentando sobre o tempo em que as séries estiveram no ar e dando um pouco de esperança aos fãs.

    Confira:

    Isso nunca foi feito antes.

    Quatro séries de televisão, cada uma cmo super-talentosos showrunners, roteiristas, diretores, equipe e elenco, saindo meses separados e então…

    …eles se conhece encontram em um único evento no coração da cidade de Nova Iorque.

    Nós o chamamos de Os Defensores.

    E juntos fomos surpreendisoc om as histórias de Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Punho de Ferro, e então O Justiceiro se juntou!

    Eles disseram que não dava para fazer.

    Mas a Marvel uniu uma equipe incrível para roteirizar, produzir, dirigir, editar um total de 13 temporadas e 161 hora de episódios.

    Tire um momento e vá online e olha a brilhante lista de atores, roteiristas, diretores e músicos que nos agraciaram com o melhor de seus talentos.

    Nós amamos cada minuto disso.

    E fizemos tudo isso para vocês… Os fãs… que torceram por nós pelo mundo e fez todo o trabalho duro valer a pena.

    Então, obrigado!

    Em nome de todos da Marvel Television, não poderíamos estar mais orgulhosos e gratos pela nossa audiência.

    Nossa parceira ode ter decidido que eles não queriam continuar a contar a história desses grandes personagens… mas vocês sabem, a Marvel é muito maior que isso.

    Como o pai de Matthew Murdock disse, “a medida de um homem não é como ele é derrubado no tatame, é como ele se recupera”.

    Continua…

    O terceiro ano de Jessica Jones, que já terminou suas gravações, ainda irá ao ar pelo serviço de streaming, sem uma data oficial confirmada. (Via THR).

    Uma luz de esperança começou a ressurgir com a possibilidade do Hulu, também da Disney, pegar para produzir algumas dessas séries.