Jack Quaid fala sobre a evolução de Hughie ao longo das temporadas de The Boys

Em vista ao Brasil para divulgar a terceira temporada de The Boys falamos com o ator Jack Quaid sobre a evolução de Hughie ao longo das temporadas da atração e sobre o bom ano que ele tem tido, tanto na série, quanto nos cinemas.

No terceiro ano de The Boys vemos um lado mais rebelde do personagem. Em sua cabeça Hughie acha que precisa achar uma forma de defender a namorada super Annie (Erin Moriarty) das ameaças de Homelander (Antony Starr) e também seu ego começa a ficar ferido quando um Super do passado da namorada, o Supersonic (Miles Gaston Villanueva) aparece e causa um pouco de ciúmes no rapaz que tem trabalhado com a congressista Victoria (Claudia Doumit) numa força tarefa contra as ameaças dos Superes.

Karl Urban e Jack Quaid em cena de The Boys
Foto: Courtesy of Prime Video

Assim, ele e Bruto (Karl Urban, voltam a se falar, e começam a ganhar poderes na medida que tomam o Composto V e a situação escalona num nível bem interessante ao longa da temporada, afinal, Hughie começa a gostar de ser um Super e ter poderes.

E Quaid comenta um pouco sobre mostrar esses lados, não só de Hughie, mas dele mesmo como ator com outros personagens que ele teve a oportunidade de interpretar.

Quaid, por exemplo, esteve no começo do ano na nova versão de Pânico lançado nos cinemas pela Paramount Pictures.


O ator comenta: “Foi [uma experiência] muito legal. (…) e também muito desafiadora por que eu estou muito acostumado em ser escalado como o “cara legal”. Mesmo também que meu primeiro papel foi de um assassino de criança em Jogos Vorazes (o ator interpretou Marvel, um tributo do Distrito 1 no longa de 2013), mas eu gosto de mostrar esse outro lado meu. Eu gosto de interpretar papéis que eu não estava acostumado… especialmente com Pânico, onde eu realmente gostei do fato de que era minha intenção interpretar a maioria das cenas quase como uma versão diferente de Hughie sabe? Apenas projetar essa personalidade de mocinho, e com algum tipo de esperança para a audiência não suspeitar que eu era o assassino.

“Não que na vida real eu seja um serial killer…” diz ele de forma bem humorada.

Ele diz também: “Eu tive muita sorte de ter a oportunidade de mostrar lados diferentes de mim mesmo. E tem sido muito muito divertido.”

Ainda sobre a evolução do personagem, Quaid comenta: “Sim, mas foi interessante interpretar um personagem que nós queríamos que o público torcesse… Nas primeiras temporadas nós torcemos para eles e agora nessa terceira temporada nós torcemos contra ele. Eu achei que foi muito interessante ter essa mudança. E de novo, isso vem muito de Eric e do time de roteiristas. E foi muito divertido ter elementos de seu personagem onde você se torna mais um cara mau, o que torna tudo muito mais divertido.”

The Boys tem sua terceira temporada completa e foi renovada para uma quarta temporada pelo Prime Video.

Deixe um comentário