Animações Entrevistas Filmes 

Rodrigo Lombardi fala sobre seu personagem, o Sr. Bemelhor, na animação Os Croods 2: Uma Nova Era

Eles estão de volta! A família dos Croods retorna para uma nova aventura nos cinemas, e além de todas as ameaças já conhecidas, como animais selvagens enormes, com dentes e garras afiados, eles precisam enfrentar algo nunca antes visto: uma outra família.

O choque de culturas e costumes é inevitável quando os Croods, uma típica família das cavernas, e os Bemelhor, uma família moderna, que domina a agricultura, arquitetura e diversas tecnologias, são obrigados a conviver.

Em Os Croods 2: Uma Nova Era, o ator Rodrigo Lombardi dá a voz para Bem Bemelhor, o chefe dessa nova família, ao lado da atriz Juliana Paes que dá voz para Esperança Bemelhor.

E em entrevista para o Arroba Nerd, o ator comentou um pouco sobre ter trabalhado na animação, o personagem que ele mais se identifica, e outras curiosidades.

O casal Bemelhor (vozes de Rodrigo Lombardi e Juliana Paes)
Foto: Universal Pictures

Ao ser perguntado sobre o processo de dublagem e como foi trazer o seu personagem para as telonas, o ator diz: “Eu trabalho muito ligado a imagem e tento trazer a minha voz para aquilo que aquela imagem me traz, e a função dela na trama…e acho que para a versão brasileira, o Bemelhor tinha uma soltura que é bem nossa, em relação à família Croods…”.

Sobre compor a voz do Sr. Bemelhor, o ator diz: “A gente foi chegando numa malemolência [para o personagem diz ele imitando a voz]” até que ele e o time da dublagem brasileira chegarem num consenso de como eles iriam fazer “Nasceu assim, de tentativa e erro lá no estúdio até que chegamos em um tom que agradasse todo mundo”.

Ele comenta: “Gravamos tudo durante a pandemia.” O ator diz que eles foram a um estúdio (que seguiu todas as recomendações de saúde!] e que gravaram tudo de forma isolada e individual. Ele diz: “Eu por exemplo não gravei com a Juliana  [Paes sua colega de cena] e o Manolo [Manolo Rey, diretor de dublagem] que é incrível, soube pegar o melhor que eu ofereci e juntar com o melhor que a Juliana ofereceu… e de repente nem pegava o meu melhor, mas pegava o da Juliana melhor e falava: “Mas quando juntar… vocês não tão entendendo, vocês acham que são os melhores momentos de vocês, mas eu vou pegar esses momentos e vou juntar..” e realmente ele tava certo!”

Ele finaliza: “A experiência na direção do Manolo foi fundamental… eu já dublo há muito tempo, mas eu ainda me pego, pois não é meu primeiro ofício, em armadilhas que o Manolo não me deixava cair…

O Sr. Bemelhor e Grug
Foto: Universal Pictures

Sobre qual seria o personagem do filme que o ator mais se identifica, tanto eu quanto o ator, nos identificamos com o mesmo: Grug (o pai da família Croods, na foto acima). O ator diz: “O meu também é ele. Eu sou totalmente aquele cara… até para começar nossa entrevista eu não conseguia me achar aqui no computador, eu não conseguia me ver e depois não conseguia me ouvir… eu definitivamente não sou um Bemelhor, eu sou um Crood“, diz ele de forma bem humorada.

Ele completa: “Não tem como, eu me vejo muito como o pai daquela família. E eu acho que é isso que é o incrível dessa saga…e que eu acho que tem muito pano para manga para continuar… a gente se identifica de imediato com o filme. Lá sou eu, é você, teu primo, é todo mundo… todo mundo tá ali representado. Como a gente consegue se identificar…e a partir daí se divertir e também se analisar. Principalmente nesse segundo filme, onde uma família moderna apresenta uma vida nova, novas possibilidades para aquela família que teoricamente está um passo atrás, mas que vem para ensinar e mostrar que valores eles não tem data, eles são sempre os mesmos.”

E para finalizar, o ator comenta qual dos seus personagens se daria melhor em uma vida na pré-história: “Ah com certeza o Adriano da série Os Carcereiros, não tem medo de pôr a mão na massa, é um cara que se tiver que dormir em cima de árvore ele dorme, se tiver que matar o bicho na mão ele mata, se tiver que defender alguém ele defende, e não tem papa na língua. Eu acho que o Adriano se encaixaria melhor ali. Mas ele também é sutil, e carinhoso. Então tá mais para ele.” 

Os Croods sobreviveram a uma boa dose de perigos e desastres, de animais pré-históricos com dentes afiados ao fim do mundo, mas agora eles vão enfrentar o maior desafio de todos: uma outra família.

Os Croods precisam de um novo espaço para morar. Então, a primeira família pré-histórica sai pelo mundo em busca de um lugar mais seguro para chamar de lar. Quando descobrem um verdadeiro paraíso idílico, cercado por muros de todos os lados, que atende a todas as suas necessidades, eles pensam que seus problemas estão resolvidos … exceto por um pequeno detalhe. Uma outra família já mora lá: os Bemelhor.

Os Bemelhor (com ênfase no “bem”) – com sua confortável casa na árvore, suas invenções incríveis e seus alqueires irrigados cheios de frutos e frutas frescas – estão alguns degraus acima dos Croods na cadeia evolutiva. Quando aceitam os recém-chegados como os primeiros hóspedes do (seu) mundo, não demora muito para que as tensões aumentem entre a família das cavernas e a família moderna.

Quando tudo parece perdido, uma nova ameaça reúne as duas famílias a bordo de uma aventura épica, para além dos muros de proteção dos Bemelhor, que as levará a abraçar suas diferenças, somar suas forças e construir um futuro juntos.

Os Croods 2: Uma Nova Era disponível nos cinemas nacionais.