Games Notícias 

EA fecha a Visceral, estúdio responsável por Dead Space

Electronic Arts anunciou o fechamento da Visceral Games, o estúdio que nos trouxe jogos como Dead Space e Battlefield Hardline. Atualmente o estúdio trabalhava no desenvolvimento de um jogo baseado no universo da franquia Star Wars que agora será colocado a cargo da EA Worldwide Studios, localizada em Vancouver, no Canadá.

De acordo com o comunicado oficial, a Visceral Games trabalhava em um jogo de aventura, com um enredo linear, que precisará passar por mudanças, visto que após o feedback de jogadores e testes preliminares, foi concluído que haveria a necessidade de alterações para que o game possa oferecer uma experiência mais significativa e ampla. Provavelmente indicando algo completamente diferente do que havia sido desenvolvido até o momento.

Cena do projeto ‘Ragtag’ desenvolvido pela Visceral Games. (Foto: Reprodução/EA)

Ainda de acordo com as informações cedidas pela EA, a decisão foi tomada acompanhando as mudanças no mercado de jogos eletrônicos, e que apesar do encerramento do estúdio, eles pretendem remanejar o máximo dos funcionários atuais para outros projetos e estúdios que pertencem a EA.

Circulavam alguns boatos e rumores que este projeto da Visceral já passava por problemas por não estar de acordo com a proposta da EA, e que outros estúdios andavam ajudando a colocá-los de volta nos trilhos. O que fica evidente que não funcionou.

Quanto ao futuro de Amy Hennig, que deixou a Naught Dog em 2014 para assumir como diretora deste projeto na Visceral, de acordo com a EA: “Estamos conversando com a Amy sobre o próximo passo dela“.

Por esse motivo este projeto que tinha previsão para ser lançado em 2019 e responde pelo nome de Ragtag, fica sem data prevista para sair.

A Visceral ou EA Redwood Shores, havia sido fundada em 1998 e alguns de seus games são: Dead Space (2008); Dante’s Inferno (2010); Dead Space 2 (2011); Dead Space 3 (2013); Army of Two: The Devil’s Cartel (2013); Battlefield Hardline (2015).

É sempre triste escrever sobre o fechamento de um estúdio, ainda mais quando este produziu uma franquia tão legal como Dead Space.

Postagens relacionadas