CuronDestaques Reviews Séries & TV 

Curon | Crítica da 1ª Temporada

A Netflix estreou em seu serviço a 1ª temporada de Curon, série italiana dramática, com uns toques de horror e sobrenatural, que nos prende do início ao fim de seus 7 episódios. A série foi gravada de uma vez na cidade do norte da Itália, Curon Venosta, e gira em torno de uma torre submersa em um lago e de onde emerge vários mistérios…

Logo de início somos jogado na trama de Anna Raina (Valeria Bilello) e sua vida cheia de complicações, como o fato dela ter “se visto” matar a própria mãe e a partir deste ponto sua vida tomar uma guinada completamente diferente depois de fugir para Milão.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

17 anos depois, quando o seu relacionamento com Pietro (Giulio Cristini) chega ao limite, ela precisa voltar para Curon e ficar um tempo com o pai, Thomas (Luca Lionello), mas a chegada de seus filhos Daria (Margherita Morchio) e Mauro (Federico Russo) é conturbada por conta dos segredos que ele guarda e que ela não sabe muito bem o que aconteceu.

Curon

O que acompanhamos na série inicialmente é um mistério oculto, mas sendo desenrolado lentamente enquanto os dramas dos personagens se sobressaem, como Daria e sua bissexualidade confundindo os sentimentos dos irmãos Micki (Anna Ferzetti) e Giulio (Giulio Brizzi). Ou como Lukas (Luca Castellano) acaba sufocando os próprios sentimentos por Micki, sua amiga de infância.

Mauro ainda precisa lidar com o seu problema auditivo, que gera piadas na escola, mas que traz um drama depois que descobre que o mesmo foi causado por Pietro, seu pai. A vivência familiar entre eles é confusa, e ao longo dos episódios vemos como nem mesmo Anna é tão presente na vida dos filhos.

O mistério realmente fica bom quando vemos Luckas sendo dispensado e humilhado por Micki e seu jeito retrai tudo isso, e em casa ele ainda é menos visto que o gato de seu pai Matteo,e tudo isso o faz começar a ouvir os sinos da torre submersa e quando eles pioram e some do nada, eis que um novo Lukas surge do lago.

A série explica bem esse surgimento de uma pessoa de dentro do lago que é sua sombra, uma versão sua que não represa os sentimentos. Anna viu essa sua versão matar sua mãe, e não se lembra, só que Thomas a escondia em um quarto, sem saber como reagir com uma versão de sua filha. Luckas então surge para matar sua versão mais fraca e tomar seu lugar.

Curon

Micki e Mauro veem ele forçando as coisas com ela, e ao ligarem os pontos, entendem até mesmo sobre sua mãe. Só que até mesmo Albert Asper (Alessandro Tedeschi), pai de Micki e Giulio é um doppelgänger, a versão sem repressão de Albert que morreu 17 anos antes, e que Klara (Anna Ferzetti)escondeu e conviveu com ele.

A medida que Daria, Mauro, Micki e Giulio vão compreendendo o que são seus pais, as coisas ficam mais intensas, com as mortes se espalhando… Um antigo amigo de Thomas, que sabe sobre o mistério do lago acaba morrendo, mas mata a sombra de Luckas, antes que ele mate os garotos.

E Klara também acaba morta quando uma versão mais forte sua aparece, já que ela sempre represou os sentimentos para estar ao lado de Albert. Descobrimos que mesmo matando o seu do doppelgänger, o lago o manda de novo, pois seus sentimentos continuam represados.

Curon

Curon ainda vai além, e em seus momentos finais acaba matando Albert, só que seu original já havia morrido há 17 anos, então não se sabe se ele continuará retornando do lago, da mesma forma que Luckas matou o seu original e acabou sendo morto.

O pior acaba sendo que antes de morrer Albert mata Anna original, e Mauro desesperado corre para matar a sombra, e mesmo que Daria tente salvá-la, acaba que o peso de Anna caindo no penhasco não é aguentado por Daria, que a solta. Assim sua mãe pode ter sumido de vez…

Curon termina com Daria e Micki, que sempre foram fortes, mas represavam demais seus sentimentos, tendo fortes dores de cabeça, enquanto suas doppelgänger começam a emergir do lago, só que o mesmo está congelado por conta do tenebroso inverno que se inicia. As duas sombras então estão embaixo d’água tentando escapar e morrendo afogada…

Curon

Como será que irão lidar com a aparição de novos corpos? Será que o lago ficará mandando-as até uma conseguir sair viva?

Outro fato importante, os Raina, família de Thomas, são tidos como assombrados, e a cidade agora decidiu matar todos eles para acabar com a maldição… Mauro, Thomas e Daria terão que lidar com uma caçada contra eles ainda.

Curon é uma série intensa, divertida, que mescla bem seu drama com o sobrenatural, e nos mantém interessado em saber o destino de cada um dos personagens.

Postagens relacionadas