eSports Games Notícias 

Como chegam as equipes brasileiras para o Valorant Champions 2021

Falta pouco para a chegada do Valorant Champions 2021, que acontece entre os dias 1º e 12 de dezembro. O palco será a cidade de Berlim, na Alemanha, que receberá 16 das melhores equipes do planeta no FPS tático e irá coroar o primeiro campeão mundial da modalidade que vem crescendo cada vez mais em popularidade nos esports.

Apesar de outros torneios Majors já terem sido realizados em 2021, este é considerado o principal campeonato de Valorant desde que a Riot lançou o jogo, no ano passado. O Champions certamente atrairá um grande número de espectadores, sendo uma ótima oportunidade para iniciantes aprenderem como jogar Valorant e para os mais experientes acompanharem alguns dos principais jogadores do planeta e evoluírem na modalidade.

Entre as 16 finalistas, três equipes são brasileiras. Analisamos aqui como cada uma chega para a disputa do Valorant Champions 2021.

Vivo Keyd

Vivo Keyd já embarcou para disputa da competição. Foto: Divulgação

A equipe nacional que chega com mais força no ranking é a Vivo Keyd, que lidera a classificação brasileira com 2436 pontos. O principal resultado da temporada foi o título do Challengers Playoffs, em agosto, derrotando a Havan Liberty na decisão.

Na lista de favoritos para a competição nas casas de apostas em esports, a Vivo Keyd é a equipe brasileira mais bem colocada, embora as cotações sejam pouco favoráveis – algo em torno de 41 pra 1 (pouco mais de 2% de possibilidade). O time mais bem cotado é a Gambit, com odds de 3.25 pra 1 (30% de chance).

Para a disputa do Valorant Champions, a Vivo Keyd terá uma novidade: Leonardo “mwzera” Serrati chega por empréstimo da Gamelanders para substituir ntk. Ele jogará ao lado de Murilo “murizzz” Tuchtenhagen, Olavo “heat” Marcelo, Jonathan “JhoW” Glória e Gabriel “v1xen” Martins, sob o comando do treinador Pedro “Koy” Pulig.

Furia Esports

Furia se classificou após vencer o Last Chance. Foto: Divulgação

Referência em diversos jogos, como CS:GO e Rainbow Six, a Furia também se destaca no Valorant e estará presente no Mundial em dezembro. A equipe chega como a 2ª melhor do ranking nacional, com 2000 pontos, atrás apenas da Vivo Keyd.

O momento é bastante positivo: são 7 vitórias nas últimas 10 partidas, incluindo quatro triunfos consecutivos pelo VCT South America Last Chance, torneio pelo qual a Furia garantiu presença no Valorant Champions 2021.

A Furia chega com um squad formado pelos brasileiros Alexandre “xand” Zizi, Gabriel “qck” Lima, Khalil “Khalil” Schmidt e Matheus “mazin” Araújo, além do argentino Agustin “Nozwerr” Ibarra, ex-pro player de Apex Legends. O técnico é Carlos “Carlão” Mohn.

Team Vikings

Team Vikings fará sua preparação na Espanha. Foto: Divulgação

Quem também representará o Brasil na competição é a Team Vikings, terceira melhor equipe do ranking nacional, com 1996 pontos. Ao longo da temporada, a equipe conquistou alguns títulos importantes, como o VCT Brazil Stage 2 Challengers Finals e o VCT 2021: Brazil Stage 1 Masters, e chega com moral para o maior torneio de Valorant do ano.

Assim como a Furia, são 7 vitórias nas últimas 10 partidas, mas vem de uma derrota para a Vivo Keyd no último Challengers Playoffs. Visando a melhor preparação para o Valorant Champions, os Vikings farão um bootcamp na Espanha antes de embarcarem para a Alemanha.

O lineup conta com os brasileiros Gustavo “gtnziN” Moura, Gustavo “Sacy” Rossi, Leandro “frz” Gomes e Gabriel “sutecas” Dias, além do argentino Matias “Saadhak” Delipetro, que se destacou por muito tempo jogando Paladins. No comando técnico está Matheus “bzkA” Tarasconi.

Outro brasileiro em ação

Além dos brazucas espalhados pela Vivo Keyd, Furia Esports e Team Vikings, o país terá mais um representante em uma equipe estrangeira: trata-se de Hideki “Fisker” Sasaki. Ele é um dos titulares do time japonês Crazy Raccoon desde junho deste ano.

Dessa forma, o Brasil será o país com mais jogadores no Valorant Champions 2021, com 14 representantes no total (além de 3 técnicos). Os Estados Unidos terão 11 jogadores e aparecem em segundo nessa lista que conta com 18 países.

Também estão garantidos no torneio as seguintes equipes: Gambit Esports (Europa), Acend (Europa,) Fnatic (Europa), Team Liquid (Europa), Sentinels (América do Norte), Team Envy (América do Norte), Cloud9 (América do Norte), KRU Esports (América Latina), Team Secret (Oceania), X10 Esports (Oceania), Vision Strikers (Coreia) e FULL SENSE (Ásia). Nos próximos dias, devem ser divulgados os formatos e premiações totais do torneio.