Destaques Reviews Séries & TV 

Cobra Kai | Crítica 4ª Temporada: Temporada investe no drama para mostrar redenção em meio a aprendizado e aceitação

A 4ª temporada de Cobra Kai chegou ao catálogo da Netflix no último dia do ano de 2021 e ele veio trazendo saudosismo de personagens que precisavam retornar, redenção de outros, mas o mais difícil, aprender, aprender e aceitar que as pessoas são diferentes. As tramas desse ano prometeram bastante, e a chegada de Terry Silver mexeu com todos, incluindo quem o trouxe para o Cobra Kai, John Kreese.

ALERTA DE SPOILER!

Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos da série/filme. Continue a ler por sua conta e risco.

A união de Daniel LaRusso e Jhonny Lawrence foi uma jogada bem interessante para movimentar os dojos, mas principalmente o ego deles, pois foi difícil para eles encarar que seus pupilos estão querendo aprender mais coisas, evoluir suas técnicas, e que rivalidade do tatame não se deve levar para as relações pessoais. Os dois chegam até a dar uma trégua para aprenderem com as técnicas um do outro.

Mas a temporada pode ter sido sobre essa união, mas quem roubou a cena foi Kreese e o fato de ter chamado Terry de volta. A maior questão é que Daniel sabe como é a índole de Terry ao se unir ao Cobra Kai, e temos flashbacks desses momentos lá de Karatê Kid 3 – O Desafio Final, e não são bons… Terry é sanguinário, é intenso, diferente de Kreese que ainda tinha alguma índole, mesmo que não a enxerguemos, seu amigo do Vietnã não… Cada momento dos dois é sobre como Terry deve algo a Kreese, mas a temporada foi sobre superar os medos e Terry superou o dele, colocando Kreese atrás das grades e tomando para si o Cobra Kai.

Foto: Netflix

Daniel e Jhonny separaram também, ao ver que Sam e Miguel estavam se envolvendo com os “perigos” dos outros estilos, e por ciúmes também. Daniel não aguentou ver a filha bater de frente com ele sobre não querer ficar só na defensiva, enquanto Miguel não quis mais ficar totalmente na ofensiva, precisando melhorar seu corpo, e mente, já que a lesão da espinha foi bem problemática.

A rixa entre os 3 dojos foi potencializada, e esperava que a polícia se metesse a qualquer momento. Falcão teve o cabelo raspado, a porradaria não rolou, mas a cena da invasão na casa pairou no ar, e sempre que Sam e Tory parece que teremos algo de pior para ver, mas até mesmo agora o jovem Anthony LaRusso entra no jogo.

Anthony vive um mundo a parte do pai, faz bullying, e acaba pegando no pé do jovem Kenny, mas o que vemos é Robby se meter, pegá-lo como pupilo e levá-lo ao Cobra Kai, mas no fim ele vê que fez o mal, pois o garoto foi corrompido, e se Anthony teve a conversa com o pai para entender o que fez de errado, Kenny tem o pai longe, o irmão no reformatório e as distorções de Terry para criar ódio dentro de si.

Foto: Netflix

É interessante como no caminho todos acabam vendo onde estão errando e vão sentindo a necessidade de se desculpar, mas acho que Tory é quem mais precisa se desculpar, mas consigo mesma. Sua dor de levar a vida tão pesada a deixa dura, e quando estendem a mão para ela, ela hostiliza. Lógico que ser a mãe de Sam querendo lhe ajudar piora, mas ela consegue entender que precisa perguntar para saber quem pode lhe ajudar.

O torneio em si foi interessante, gostei das pequenas mudanças, mas poderiam ter mostrado mais coisas, e as lutas foram ótimas. Adorei ver Falcão ganhar de Robby, ao mesmo tempo ver Tory ganhar de Sam foi bom para manter a dinâmica complicada dos dojos, e será que com Kreese preso, a aposta vale? Já era o MIagy-do e o Presas de Águia?

Cobra Kai evolui bem seus personagens, traz momentos interessantes para cada um deles, mas aqui Miguel teve uma jornada bem intensa, para aceitar sua condição depois de uma dor nas costas, mas sua mãe agora está preocupada, pois ele fugiu para ir conhecer o seu pai… Quais novos problemas virão disso?

Cobra Kai | Crítica 3ª Temporada: Visita ao passado, muito karatê e superação

Com Chozen vindo ajudar Daniel, e tanto para acontecer, Cobra Kai fica nessa promessa e eu fico feliz pela Netflix já ter garantido uma nova temporada para a série. As 4 temporadas de Cobra Kai valem os momentos de maratona, e este 4º ano realça mais os seus valores e abre mais oportunidades para seus personagens.

DISPONÍVEL NO(S) SEGUINTE(S) STREAMING(S):