Cavaleiro da Lua | 1×05 – Review: Manicômio 

Depois de encontrar Stephen no final do episódio anterior de Cavaleiro da Lua, Marc e seu outro “eu” tentam sair do manicômio que estão presos, trombam com um grande hipopótamo e se assustam com a presença do ser em sua frente. A cena por mais cômica que possa ter sido nos deixou com a pulga atrás da orelha para saber mais sobre essa nova personagem, se ela seria uma inimiga ou uma aliada.

E é daqui que o penúltimo episódio de Cavaleiro da Lua, 1×05 – Manicômio começa. Com 1 episódio faltando para o final de temporada, temos enfim, o tal episódio que amarra as pontas e nos explica (e também claro nós dá mais perguntas) sobre as origens de Marc, Stephen e companhia e como eles foram efetivamente parar lá.

Para quem esperava um pouco mais de ação nesse episódio pode sentar, tomar um café por que a Marvel Studios entregou o que tem feito de melhor nas séries no Disney+: sessão de terapia.

Nossos comentários aqui com spoilers abaixo.

ALERTA DE SPOILER!

Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos da série/filme. Continue a ler por sua conta e risco.

Foto: Disney+

E sim, conforme vimos na semana passada, o grande hipopótamo que deu as caras no final do episódio 4 (Leia mais aqui)  é a representação da deusa egípcia ​​Taweret (ou Tuéris), a Deusa fertilidade, partos e protetora das crianças. E como é dito no episódio, a Deusa ajuda as almas no pós-vida (um dos pós-vida que existem, como ela bem frisa), onde cada um tem um lugar que se manifesta enquanto eles estão no Duat (mais abaixo).

Eu achei que para a personagem iriam escolher alguém com um nome conhecido para emprestar a voz, mas durante a minha pesquisa sobre o episódio me deparei com o nome de Antonia Salib. A atriz fez seu primeiro papel em uma produção de Hollywood.

Mas voltando para o episódio, o manicômio é o reino egípcio Duat também conhecido como o reino dos mortos, o submundo, assim por dizer, que é governado pelo Deus Osiris (será que ele aparece novamente no finale?).

Assim, depois de Cavaleiro da Lua estabelecer algumas coisas e colocar os pontos nos is, a série começa a mostrar para o que veio nesse penúltimo episódio e como as coisas vão se desenrolar nesses dois últimos episódios. 

HSK-104-18275_R.jpg
Foto: Marvel Studios

Descobrimos também que sim, Marc, e Stephen, estão mesmo mortos e o que corpo que eles compartilhavam foi mesmo deixado na tumba lá no episódio 3. Assim, a deusa ​​Taweret diz que eles precisam ser julgados e que vão passar pela balança mágica e pelo ritual chamado do peso do coração. Assim, os corações deles são retirados de seus corpos (da maneira mais Disney possível) e são colocados na tal balança onde temos no contra peso uma pena. Ok, interessante.

Mas se lembramos, e como vimos lá nos primeiros episódios, quando o próprio Harrow tocou Stephen com sua própria balança/tatuagem, a alma do personagem é cheia de caos e está instável. Como será que fica para ele agora? Descobrimos então que Marc e Stephen precisam navegar por suas memórias e colocar a casa em dia antes de chegarem no destino final e de seu julgamento.

Toda a parte deles estarem em um barco guiado pela carismática figura do hipopótamo foi muito bacana e contribuiu para o episódio não soar maçante demais ou até mesmo desinteressante. Mesmo que tenha sido um cheio de falatório e pouca ação. E por outro lado, os efeitos especiais desse episódio foram muito bem feitos, seja a parte do barco em si, ou nas cenas de flashbacks.

E a visita pelas memórias de Marc e de Stephen rendeu muitas respostas e entregou alguns easter-eggs dos quadrinhos do personagem muito interessantes e que devem dar as caras por aí talvez no futuro.

O primeiro deles é que Marc tinha um irmão, mais novo, chamado Randall e que morreu de forma trágica quando eles eram crianças, o que afetou sua relação com sua família e principalmente com sua mãe. Nos quadrinhos o irmão de Marc também se transforma numa versão do Cavaleiro da Lua, só que uma do mal, chamado Shadow Knight. Uhhhu será que vem aí?

A ida até uma caverna que parecia ser uma brincadeira inocente trouxe uma repercussão para a vida de Marc. Para lidar com a perda do irmão, e a rejeição da mãe (e seus ataques verbais e físicos), Marc cria a persona de Stephen, baseado sim no personagem do Dr. Stephen Grant do filme que vimos no episódio passada, para dissociar dessa realidade. Assim descobrimos que a personalidade principal é mesmo de Marc. (Particularmente ainda acho que teremos alguma reviravolta nessa questão).

Um detalhe interessante é que quando os dois irmãos estão na entrada da caverna vemos um esqueleto no chão em formato de um pássaro. Seria Khonshu que já estava de olho em Marc para ser o seu avatar/guerreiro ? Curioso.

Falando em Khonshu, o Deus Egipicio também tem sua aparição por aqui e vemos realmente como Marc foi “convidado” para ser a representação aqui na Terra. Vemos a cena em flashback com Marc já mais velho, depois de sua passagem no exército quando ele se torna um mercenário. O personagem cita mais uma vez seu antigo chefe, Raoul Bushman (que nos quadrinhos é uma figura super importante e um dos maiores adversários do Cavaleiro da Lua) e vemos como Khonshu literalmente deus os poderes do Cavaleiro da Lua para Marc.

Depois dessa aventura pelas memórias de Marc, fica claro que a figura de Stephen só serviu como um mecanismo de defesa para Marc liderar com seus problemas. Assim, eles tentam chegar no tal templo do submundo para tentarem recuperar seu corpo de volta e impedirem Harrow que provavelmente já está com os poderes da Deusa Amitt e tem levado almas para o submundo de forma descontrolada.

Com a “morte” de Stephen, Marc está livre para chegar no paraíso e tentar impedir Harrow. No final, o episódio foi uma grande preparação para o final da temporada sem dúvidas, mas foi interessante ver Oscar Isaac arrebentando aqui e mais uma vez entregar boas passagens ao trocar as personalidades entre Marc e Stephen, ainda sem uma pista de quando veremos uma terceira, e realmente entregar cenas mais dramáticas e realmente pesadas em termos de profundidade para esse personagem. É realmente o Emmy Tape de Isaac para a temporada de premiações.

Com 1 episódio apenas, Cavaleiro da Lua tem a missão de amarrar suas pontas e entregar um grandioso final de temporada. É ver para crer.

Cavaleiro da Lua exibe seus episódios as quartas-feiras no Disney+.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.