Zoey’s Extraordinary Playlist | 1×02 – Zoey’s Extraordinary Best Friend

E ao invés de esperar, lá fui eu conferir o 2º episódio de Zoey’s Extraordinary Playlist e ele manteve a delícia que cativa no primeiro episódio e ainda trabalha outras formas de conversas necessárias entre as pessoas. E o que é a amizade entre Zoey e Mo, amando elas juntas buscando uma forma de entender os poderes musicais.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

O melhor momento musical foi a cafeteria inteira em um clima de solidão cantando “I Wanna Dance with Somebody” da Whitney Houston, para então Mo querer saber o que acontece e Zoey falar que só sabe que é uma música da Whitney, deixando a amiga fora de si. Vai ser legal ver essa descoberta musical de Zoey enquanto busca resolver a vida das pessoas ao seu redor, e por consequência a sua.

O episódio mostrou como a amizade de Max e Zoey é importante para ela e como ela fica sem graça depois de jogar ele para cima da moça da cafeteria. Max conhece muito de Zoey, gosta dela a muito tempo, mas ela não percebeu e não entende os próprios sentimentos, enquanto está interessada em Simon, que está noivo.

Quero ver esse drama ser desenvolvido, mas o melhor é como Joan dá ótimos conselhos, pois o que vamos aprendendo é como duas mulheres lidarão com a gestão de pessoas envolvendo esses rapazes. A maioria dos programadores são homens e lidar com a liderança de Zoey será interessante, mesmo que ao fim ela consegue lidar com eles.

Agora, a parte de Mitch e Maggie foi muito fofa, pois Zoey viu que o pai só queria dizer a mãe que a amava muito e que queria lembrar dos momentos com ela, mas Maggie não entendia a forma como ele queria lhe contar, precisando da música “Moondance“, de Van Morrison, para contar essa história.

Zoey’s Extraordinary Playlist entregou dois episódios bem gostosos de se acompanhar.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.