Young Sheldon | 1×16 – Killer Asteroids, Oklahoma, and a Frizzy Hair Machine

Young Sheldon entregou um episódio deliciosamente divertido, mas o episódio em si serviu muito mais para expor as qualidades artística do jovem Iain Armitage. Cada cena vemos a qualidade do jovem que é uma promessa para o mundo das artes, e tivemos também no episódio a participação de Jason Alexander (Seinfeld) como Mr. Lundy.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Gostei do início quando Sheldon faz alertas sobre choque de asteróides e acaba perdendo o projeto da feira de ciência para uma aluna que mostra “cabelos espetados”. Essa decepção o coloca furioso e Mary e Meemaw o leva a um psicólogo que o orienta a buscar novas paixões nesse tempo que está irritado e Sheldon resolve largar ciências e ir para arte.

As situações todas ficaram em torno de Sheldon, mas George Jr. teve momentos bem legais conversando sobre as mudanças do irmão, mas é Missy quem acaba roubando todas as cenas com seus comentários ácidos e de pura realidade, amo como Mary e George ficam sem jeito com a filha, enquanto Meemaw adora esses assuntos com a neta.

Mr. Lundy, o professor de teatro, foi excelente! Adorei a energia do personagem e como ele se encanta com Sheldon. Aqui eles colocaram o personagem como tão empenhado que consegue ser um ator incrível, pois se entrega em tudo o que faz. Lógico que isso vai contra muita coisa que vimos em The Big Bang Theory, mas foi delicioso ver o jovem Armitage cantando e dançando…

Mover a trama para uma encenação de Annie e com Sheldon no papel principal foi legal para uma conversa sincera entre pai e filho, e tenho amado esses momentos família. Sheldon decidido a ser Annie e só dando para trás ao ver o auditório lotado foi engraçado, mas o melhor mesmo foi ver Mr. Lundy tendo que assumir o papel no meio das crianças.

Young Sheldon é uma comédia leve que nos distrai, se mostrando instigante e divertida em todos os seus momentos.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.