Young Sheldon | 1×09 – Spock, Kirk, and Testicular Hernia

Até essa mid-season finale Young Sheldon fez uma deliciosa jornada. A comédia conseguiu mostrar uma vida própria, completamente longe de The Big Bang Theory e acertou em trabalhar mais seus personagens que não vimos ainda na série original, como Meemaw, George e Junior, mas dando espaço a deliciosa personalidade de Missy e o carinho de Mary.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Este episódio focou bem a relação de Sheldon com seu irmão George, mas na parte acadêmica. Sheldon se esforçou para ajudar o irmão a estudar, mas nada o fazia compreender as coisas, e mesmo ganhando dinheiro do pai para ajudá-lo, ele acabou ficando com peso na consciência ao vê-lo sofrendo fazer a prova. O problema é que o irmão tira um improvável B.

A partir deste momento temos Sheldon tentando compreender o que houve, para no fim descobrir que o irmão trapaceou, colocou cola na sola do sapato. A questão então entra para Sheldon aprendendo sobre as pequenas mentiras que não podem complicar as pessoas. Foi hilária a conversa dele com Meemaw, para depois ele ir até o treinador e entregar uma carta que ele dizia ter sido escrita por Mary, onde ele tinha hernia no testículo e precisava ser afastado.

Já tínhamos visto Sheldon levar seus ensinamentos ao pé da letra, e aqui foi legal vê-lo agindo assim. Quando todos descobrem suas mentiras foi engraçado, principalmente com ele sendo pego bem quando escrevia uma carta para o Professor Proton.

A relação de George e Sheldon sempre é descrita como a de que o irmão mais velho arrasta o mais novo para o lado errado, mas queria ver algo mais emocional entre os dois, pois com Missy as vezes rola umas conversas bem bacanas, mesmo que em sua maioria sua irmã deseje ser sozinha.

Outra coisa legal foi ver como Meemaw e Sheldon lidam com as conversas, como ela houve o neto mesmo sem compreender muito do universo dele, e assistir com ele Star Trek dá uma nova perspectiva em que ambos aprendem coisas.

Young Sheldon está fazendo uma jornada interessante, a audiência se mantém fiel aos episódios, fazendo a série ter uma média de 11 milhões de telespectadores por semana. Parece que Chuck Lorre mais uma vez acertou o tom com o seu público.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.