Will & Grace | 9×01 – 11 Years Later

E quem diria que depois de tantos anos Will & Grace ainda se faria tão atual e disposto a cutucar as feridas da nova gestão e situação atual dos Estados Unidos? Neste episódio de retorno, escrito pelos criadores da série, David Kohan e Max Mutchnick, e dirigido pelo sempre atuante nas sitcoms norte-americanas e figurinha da série James Burrows, além de política, a série ainda trouxe referências pop, muito de Jack e a reformulação do fim da série, encaixando para essa nova realidade.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Logo de início vemos que os atores continuam mais do que afiados e que a química entre eles segue incrível. A desculpa para mudarem o fim da série, com Will e Grace casados e com filhos, é que Karen estava sonhando enquanto bebia seus bons drinks durante uma sessão de jogos na casa de Will, então tudo culmina para a política.

Karen está transloucada que Donald Trump ganhou que é até amiga da Primeira Dama, enquanto os outros seguem frustrados com a derrota, mas precisam seguir suas vidas, mesmo que Karen sempre esfregue isso em suas caras. AS conversas entre eles seguem a 220v, ácida e cheia de humor e quando Will pensa em ajudar um congressista Grace é contra, mas ela mesma acaba indo redecorar o salão oval da Casa Branca.

Já com um conflito inicial e com resolução rápida e simples, a sitcom abusa em nos mostrar que os personagens que amamos seguiram suas vidas, mas mantém suas essências nesses “11 anos depois”. Will dando risinhos conhecendo um homem bonito, Jack e seus nomes para seus produtos e a forma como dá em cima dos outros, Karen sempre com um copo cheio nas mãos e com comentários desnecessários e Grace quase soltando os olhos do rosto a cada surpresa, enquanto busca sempre melhorar sua carreira e seu dinheiro, pois voltou a morar com Will.

Prometendo manter o ritmo e o humor de sempre, a série sabe se aproveitar da situação atual e ainda faz boas críticas, mas como disse as referências pop estão lá, como Jack falando de Shonda Rhimes e sua série Scandal, que passará no mesmo dia de exibição deles. Eric McCormack, Debra Messing, Megan Mullally e Sean Hayes estão sensacionais e já matamos a saudade deles.

Já seguimos ansioso pelos próximos episódios de Will & Grace que retorna mais atual do que nunca e disposta a criticar toda a situação política atual, principalmente as decisões de Donald Trump. No fim do episódio temos uma crítica bem colocada ao encarar o retrocesso desde que a série terminou… “Make America Gay Again”!

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.