Will & Grace | 10×03 – Tex and The City

Tirando sarro do muro que Trump tanto insiste em ter entre os Estados Unidos e o México, Will & Grace foi ao Texas para falar sobre o sobrinho de Jack e seu show de talentos, além de mostrar Karen e sua saudade de Rosario. A parte da cidade ficou com Grace e Noah…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Jack ao descobrir a apresentação de Skip voa até sua cidade para dar total apoio ao lado de Will, mas ao ver a canção que o garoto iria performar, começa a se questionar se é a certa para o “povo atrasado” daquele lugar e teme que o sobrinho sofra bullying. Seus questionamentos acabam sendo por medo dele passar pelo o que ele passou, mas Will abre seus olhos e ao terminar a apresentação, mostra que as coisas podem evoluir.

Jack e Skip formam uma dupla muito bacana, pois ambos tem a mesma energia, mas enquanto um já passou por muito e mantém a pose sobre esperança e quase sendo cético sobre as críticas em si, o garoto tem a aprender em um mundo diferente, ainda cheio de problemas, mas um pouco mais aberto. Agora, ri e Will entrando como Freddie Mercury e sendo julgado…

Karen sendo presa com Beverly depois da briga por conta da troca do “patrocínio” da cerca de Trump foi hilário. Os dois mostram uma sátira interessante do conservadorismo e riqueza, mas com um lado mais simpático muito bem escondido. A forma como Karen se lembra de Rosario é saudosa, mas ainda cheia de momentos errado, principalmente com a moça sendo deportada.

E por fim temos Karen louca pra transar, mas sem achar o momento certo com Noah, e ele também já subindo pelas paredes. Gosto da participação de David Shwimmer, mais maduro e um pouco descontrolado, pois consegue dar o tom da relação que ele e Karen tem. Ri com ele descobrindo que Karen já transou com o rapaz que faz o sanduíche que ele ama, e também como Karen usa sua experiência para convencê-lo de que é hora de ir transar.

Will & Grace mesmo quando parece fazer um episódio mais ameno, traz boas reflexões em cima de piadas e momentos bizarros. Bom ver esse lado de Karen e falar sobre o momento político, da mesma forma que mostrar os desejos de uma mulher sem usar de falso moralismo é genial.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.