Thor #6 | Resenha

Continuando a história de Jane Foster, o autor Jason Aaron e o desenhista Russel Dauterman nos entregam duas sensacionais histórias nas edições originais de The Mighty Thor #11 e #12, publicadas aqui na edição 6 de Thor, pela Panini Comics.

Continuando diretamente de onde parou na última edição vemos o encontro entre Jane Foster e Thor, ferida por uma bala de ouro da Exterminatrix na última edição. Assim como os agentes da SHIELD, o leitor passa por um momento de confusão com o encontro das duas, mas logo percebe que Jane realmente não é quem diz ser.

A revelação da identidade da falsa médica nos leva a mais questionamentos, que se unem aos já existentes desde o início da fase da Thor sobre o estranho comportamento do Mjolnir. Esse mistério acerca da arma é o que leva a Thor a segunda história, onde a já curada Deusa do Trovão busca conhecer a origem do Mjolnir, ou melhor, a origem do poder do Mjolnir.

De maneira corajosa e fantástica o autor amplia a origem da arma, sem desconsiderar a origem já conhecida e ainda brinca com a ideia de muitos mitos que cercam toda a mitologia nórdica.

Destaco novamente a arte de Russel Dautermann que não bastando o seu estilo comum e já bem elogiado aqui, ele apresenta nas partes ‘históricas’ do mito de Mjolnir outro traçado e também nos entrega outra obra-prima nos quadrinhos.

Leia essa mensal! Ela merece todo o prestígio que podemos dar e com certeza merece ser recomendada a quem quiser se aventurar pelas páginas dos quadrinhos.

FICHA TÉCNICA

Título: Thor #6
Título Original: The Mighty Thor #1 e #12

Autores: Jason Aaron (roteiro) e Russel Dauterman (ilustração)
Editora: Panini Comics | Marvel
Ano: 2017
Gênero: Ação, Aventura