This is Us | 4×18 – Strangers, Part 2 [Season Finale]

E chegamos ao fim de mais uma jornada, aqui com o aniversário de 1 ano de Jack, nosso estranho apresentado lá no início da temporada, no episódio “Strangers” e por isso é interessante ver como tudo se fecha nesse “Strangers, Part 2“, ainda mais que o episódio de This is Us realmente começa com estranhos e a evolução para conhecermos eles é sensacional.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Acho que a primeira coisa que devemos falar é de Randall, ele sabe que os irmãos não aceitarão muito bem a forma como ele usou para convencer Rebecca a ir para a clínica fazer o tratamento, e Beth o alerta disso. Chega a ser hilário ela fugindo das conversas para não se meter nos problemas de família, assim como as caras embaraçosas de Miguel.

O confronto de Kevin e Randall é cheio de maldades sem intenção, aquelas palavras que você fala no momento de raiva quando briga com irmãos, e Kevin ao ouvir algumas poucas e boas de Randall solta para ele que o maior problema da vida dele foi antes da morte de Jack, foi quando o pai o levou para a vida da família, que ali começaram os problemas. Isso veio depois de Randall falar que ele é incapaz de parar com alguém por ego e tudo mais.

Toby e Kate, vendo que o drama perseguirá a todos, resolve ir até o hospital onde o pequeno Jack chegou para agradecer as enfermeiras e médicos pelo carinho, e na volta, ele comenta que queria muito que Jack tivesse irmãos assim como Kate teve, para um ter o outro para conversar, se proteger e se amar. Lógico que Kate dá um chega pra lá, pois não quer passar por tudo aquilo de novo e poder vir outra criança com problemas, e Toby lembra que eles podem adotar, e que isso já é algo que os Pearson faz com muito amor.

É aí que entram os flashs que descobrimos ser do futuro…

De um lado temos um homem tentando domar um cavalo e sua filha o mostra como ele tem que ter o controle da situação. Então o vemos correr para dentro de casa e ir trabalhar. O seu trabalho? Obstetra.

Jack e Lucy estão em casa e precisam correr para que ela dê a luz a sua filha, a pequena Hope. Aí entra uma outra mulher na história… Haley está trabalhando em um museu e percebe que está atrasada e corre para o hospital, onde encontra Jack e diz que quer conhecer sua sobrinha. Eis a filha adotiva de Kate e Toby. Tudo tão cheio de sentimento e amor, que a história se abre como um leque a nossa frente e queremos saber mais de todos ali.

E de surpresas o episódio foi cheio, afinal já sabemos que Kevin tem um filho no futuro, mas quem é sua mãe? Nessa história eis que durante sua discussão com Randall me aparece Madison, que havia ido ao médico, para lhe contar que está grávida e que não quer nenhum apoio dele, para deixá-lo tranquilo e contar que não pretende abortar, por conta de seus problemas. Só que Kevin deixa claro que quer ser presente na vida do bebê, e ela diz que são bebês, já que serão irmãos gêmeos.

No futuro Kevin parece ter feito as pazes com Randall e estão no pé de Rebecca, que está bem idosa e sendo cuidada por Nick. Os dois se cumprimentam e os filhos de Kevin vão ver a avó.

Assim no futuro já sabemos de Kevin, Randall, Beth, Tess, Rebecca, Nick, Toby, isso no encontro dentro de alguns anos, onde não vemos Kate, mas sabemos que ela está com Jack e provavelmente Haley, e os filhos gêmeos de Kevin. Ainda não sabemos de Deja e Anne…

This is Us encerra uma temporada de conhecimento abrindo mais seu universo e trazendo mais dramas para os personagens, distanciamento entre eles, chegadas de novos filhos e muito amor para ser abordado. Ansioso para o desenrolar do drama de Kevin e Randall e como Sterling K. Brown e Justin Hartley foram fortes neste episódio.

E isso é um ótimo fator para This is Us que coloca todos os atores em algum momento, em um frande destaque, como já vimos como Mandy Moore, Milo Ventimiglia, Chrissy Metz a jovem Lyric Ross… Só posso querer mais… Que venha a 5ª temporada.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.