This is Us | 2×02 – A Manny-Splendored Thing

Lean On Me” traduz tudo o que este episódio de This is Us poderia trazer. A série mostrou a força de contar um com o outro e tirar disso o amigo e a força interior que precisam para superar as dificuldades de seu caminho. Adorei ver a jornada principal de Jack, que teve sua dor e sua fraqueza explorada neste episódio, e Milo Ventimiglia mais uma vez foi sensacional.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Ver todo o passado de Jack sendo exposto em seu momento de fraqueza e a forma como se escondeu atrás da bebida, mesmo após criticar tanto o pai, foi a parte dolorosa de sua relação com sua família. Quando vemos no futuro Kate se culpar pela morte do pai, ao vermos todo o seu passado, onde ele sempre recorria a filha nos momentos difíceis, é fácil de compreender sua dor e seu sentimento de culpa. Jack ainda se esforça ao máximo para se afastar das bebidas, e vemos que uma vez ele fez isso se jogando no boxe, mas agora ele tem Rebecca se esforçando para ir com ele ao AA.

E Rebecca também é um ponto de força para Kate se culpar por inúmeras coisas em sua vida. Kate tem em sua mente que sua mãe sempre a crítica por tudo, principalmente por não ser “bonita” e “magra” como ela. Kate não se apresenta na escola ao ver a mãe cantando a canção que dela no banheiro e se sente pressionada. No presente ela quer ir sozinha se apresentar, para não ter todo o julgamento da mãe e para isso ela pode contar com Toby, que sempre está ao seu lado. Aqui elas finalmente começam a se entender melhor.

Kevin resolve fazer um último episódio de Manny, e para isso ele se compara com George Clooney retornando após anos a ER. É delicioso ver os medos dele e como Sophie acaba sendo sua âncora para sempre dar o melhor de si. Quando o vemos pequeno na frente do público e Sophie sendo a única que realmente se diverte com ele em sua apresentação na escola, ao ter que fazer-se de palhaço em Manny, é o sorriso de Sophie quem o faz dar o melhor de si.

Agora, Randall e Beth tem os melhores momentos neste episódio. Ele já começa a se questionar sobre adotar um filho já mais velho que possa vir com problemas, enquanto ela está certa de que ambos podem fazer o melhor possível. É aí que Randall começa a surtar, pois não tem controle sobre o futuro e Beth está estressada por passar por tudo isso. Ficamos angustiados vendo os medos e dilemas dos dois, mas tudo se resolve da forma mais inesperada possível: Beth conversando com Kevin. Muito simples e bonita a conversa dos dois.

Nos resta agora é apenas ir admirando e adorando a montagem de mais esse quebra-cabeças do passado e como tudo isso influencia para nossa compreensão do presente da família. This is Us continua intensa e trazendo o melhor de todos os atores.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.