The Good Fight | 3×10 – The One About the End of the World [Season Finale]

The Good Fight termina sua temporada de forma consistente e colocando todos fora de sua zona de conforto. O mais interessante é a forma como precisam de Maia e ela acaba ficando ao lado de Blum, criando uma nova situação para a personagem, que acaba entrando em uma trama que não sabemos os caminhos que devem seguir no próximo ano, em que Rose Leslie não retorna.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Todo o processo romântico de Kurt e Diane é de uma condução deliciosa em cena. A forma como ele acaba sendo convidado para um discurso de Trump e Diane ficando puta, para só depois ver na televisão ele sendo retirado por não ser muito animado, foi genial. Ele conseguiu ir e ainda agradar a esposa. Só que o final do episódio traz consequências interessantes a serem desdobradas, já que a SWAT invadindo o apartamento deles foi tenso.

Além disso, o “Book Club” de Diane pode render momentos mais tensos, ainda mais agora que Marissa e Jay estão envolvidos. A forma como o clube expôs um congressista e o mesmo se matou, foi contra tudo o que todos ali estão lutando, uma vez que querem mudanças e o pessoal do clube estão usando das mesmas artimanhas de Trump, colocando fake news e exposição.

Mostrado de forma intensa durante a temporada, Liz ainda deverá ver mais dos dramas de família expostos, enquanto Adrian fará o possível para protegê-la, uma vez que ele chegou a fazer perjúrio.

Voltando a Maia, sua união com Blum foi bem aproveitada e desenvolveram bem sua nova ascensão, mas ficou evidente que perderam a mão. A questão agora é que ela está satisfeita com o novo destino que vem tendo e irá se concentrar em fazer o melhor de si, inclusive indo para Washington com Blum, já que ali ele não pode mais trabalhar como advogado.

The Good Fight tem uma condução sensacional e seu elenco é primoroso, o que só aumenta a qualidade deste drama com um roteiro redondo e cheio de tiradas incríveis, o melhor que o casal King podem nos entregar.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.