The Good Fight | 2×09 – Day 464

Que episódio deliciosamente genial! The Good Fight brinca com as histórias de Donald Trump e seu Miss Universo e faz grandes jogadas para colocá-lo no centro das tramas envolvendo Ruth e sua vontade de derrubá-lo. O melhor disso tudo é ver Diane empolgada com as coisas, até mesmo com a troca de “goals” por “goats” e assim termos um monte de ovelha envolvidas na ida de Trump a uma reunião na Europa…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

A parte envolvendo a advocacia e a política ficou por conta de uma russa que aparece dizendo fazer parte de um vídeo antigo onde temos Trump em um quarto de hotel e algumas garotas e mijo envolvido. O problema é que uma delas está sendo ameaçada de ser deportada, então aí entra Diane, Adrian, Marisa e Ruth. Cada momento é simplesmente hilário!

Julian tendo que encontrar alguns republicanos e os mesmos certos do envolvimento do vídeo e como eles não iriam publicá-lo por ser falso, mas com ele se dizendo “verdadeiro”, ao menos na trama da série, as coisas esquentam e até o FBI entra para garantir que o vídeo não venha a público e a moça se mantenha nos Estados Unidos. O sarcasmo a agente Starkey é delicioso, um ótimo trabalho de Jane Lynch (Glee).

Ainda no episódio temos mais sobre o desenrolar do drama do amigo de Jay, Salvador, e é hilário o seu novo advogado e como ele acaba se envolvendo com Maia. Kovac é relaxado, mas demonstra paixão pelo o que faz, o que acaba deixando Maia constrangida, já que vem de uma firma grande e ele apenas faz tudo por amor. Os dois acabam formando um time bem estranho e já adoraria vê-lo trabalhando com Elsbeth.

De forma estranha ele acaba conseguido comover o juiz, e lógico, tem informações passadas por Maia e Lucca, e ainda temos o fato de Colin acabar se envolvendo para tirar proveito do caso, uma vez que os policiais envolvidos pode ser um ótimo caso para ele trabalhar e tirar de cima de suas costas a ideia de que é racista, o que acaba atrapalhando sua candidatura.

Não sei, mas acho a forma como Lucca está reagindo a toda atenção que está ganhando por conta da candidatura de Colin um pouco apática. Ela simplesmente aceita as coisas, sabendo que está sendo até um pouco usada, e não reage, mas toma atitudes de cabeça bem pensada e que vem a ajudar o rapaz. Mas lembro que ela tem sentimentos por ele e o filho que está vindo é algo a ter em mente também.

The Good Fight mais uma vez traz um episódio delicioso de se acompanhar, cheio de reviravoltas e investigações, e retoma um pouco do clima político que já havíamos visto em The Good Wife, agora com Lucca e Colin na corrida pelas eleições do senado. Vai ser bom ver uma trama maior para Lucca.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.