The Good Doctor | 2×06 – Two-Ply (or Not Two-Ply)

The Good Doctor já traz de cara Shaun e Lea morando juntos e eles enfrentando as primeiras desavenças, enquanto temos o primeiro “erro” de Morgan e Browne novamente insistindo em suas crenças dentro do quadro de uma paciente, o que já lhe deu problemas com Melendez.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Os casos do dia foram bem interessantes, de um lado uma garota com problema respiratório onde acham que é para chamar a atenção dos pais separados, do outro uma violinista com uma dor no dedo depois de ir a uma manicure, o desenvolvimento de cada um foi bem importante par os médicos envolvidos com cada um.

Jas, a violinista, tem um grande concerto, só que a dor no dedo a leva para algo que pode ser bem complicado. Shaun, sem titubear, fala que pode ser uma bactéria que come carne e precisa amputar o dedo, só que Morgan acredita no sonho de Jas e acha que fazer isso seria um problema ainda maior. Só que a medida que o tempo passa eles vão vendo o quadro piorar e no fim, por conta da demora, Jas precisa amputar o braço inteiro. A forma como a violinista culpa Morgan por não ter ouvido Shaun foi bem forte.

Shaun não pensa antes de falar, não liga para o bem-estar, só para resolver logo o problema, prático, enquanto Morgan, que já teve sonhos destruídos, acredita que na melhor das hipóteses poderia deixar Jas ainda ter seus planos, é então que Melendez mostra que as pessoas são diferentes, e usa ele e Dra Lim como exemplos. As vezes o pior acontece e não tem muito o que fazer.

O caso de Riley, e sua respiração oscilante que ninguém identificava o motivo e que começavam a achar que era por conta da separação dos pais, somente Browne acreditava na garota e ela chegou a questionar Parks sobre o motivo de não ver que realmente tinha algo por ali. Só então, após insistência de Browne que Lim faz uma cirurgia na garota, acreditando ser um tumor, para descobrir que na verdade ela aspirou uma peça de Lego há anos e ela alojou em seu pulmão…

Browne, que acertou mais uma, mas dessa vez sem passar por ordens direta, ainda teve tempo de pensar e tentar se desculpar com Melendez, mas ficou sem graça, deixando para Lim e o doutor saírem para tomar uma cerveja e colocar o papo em dia.

Shaun está aprendendo muito com Lea, já que seu excesso de organização os colocam em situação bem complicada, pois ambos tem visões muito diferentes e precisarão aprender a lidar com as limitações um do outro. É interessante para evoluir Shaun e também nos mostrar mais de Lea.

E por fim, temos Glassman, que em casa agora precisa recuperar forças até para andar e o ego dele ainda é forte demais para aceitar até um andador. A presença de Debbie e a relação dos dois é uma delícia, a forma como eles aprendem, a troca de conhecimentos, os assuntos, mas eis que Glassman cai e fica a vergonha, o ego ferido, o que o faz pedir para a colega ir embora.

The Good Doctor fez um episódio melhor que o anterior e mostra que tem mesmo drama para ser explorado.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.