The Good Doctor | 1×03 – Oliver

E cá estamos de volta para ver o menino Freddie Highmore dar um show no que sabe de melhor, fazer um personagem nada convencional. The Good Doctor nos aproxima de Murphy e nos faz querer compreender mais de seu universo e nos diverti com momentos simples entre ele e Browne, que traz Antonia Thomaz bem a vontade. E além disso, é bacana vê-los saberem separar os dramas e desenvolvê-los bem.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Então vamos ao drama… Melendez tem um paciente que precisa de um fígado e logo no início do episódio temos a morte de um rapaz que coloca o seu paciente em situação provável da cirurgia e sobra para Browne e Murphy irem buscá-lo, pois ele tem 7 horas, que acaba virando 4, para que o fígado se torne inútil. Então temos duas tramas aqui.

Browne usa esse momento com Murphy para compreender mais do colega de trabalho, mas ele não se abre muito e ainda tem momentos mais introspectivo, pois tudo o faz se lembrar de seus momentos com o irmão Steve e como Glassman o ajudou em tudo e o fez se apaixonar pela medicina. Aos poucos Browne vai se esforçando e entendendo como pode chamar a atenção de forma positiva do colega.

Cheio de contratempos eles conseguem levar o fígado faltando pouco mais de 50 minutos para ele se tornar inútil, ainda mais que no caminho tiveram que “operar” o fígado quando Shawn descobre um elemento dentro dele, por conta da batida de seu doador.

E se tudo poderia dar certo, Kalu descobre que o paciente que receberia o órgão bebeu e colocou tudo a perder. Melendez ficou em uma situação muito difícil e no fim teve que anunciar que o homem teria que ir para o fim da fila, por ter quebrado o regime. Sua filha acaba ficando arrasada, pois ele só bebeu um copo de champanhe por insistência dela, já  que era sua formatura, e seu pai nunca teve ninguém formado em sua família. Um drama e tanto, mas o fígado acaba indo para outro paciente…

Focado nos dramas do hospital e cheios de nuances de como devem realmente agir e como uma ação pode gerar consequências difíceis, The Good Doctor dribla bem algumas das situações, mesmo que esteja em um ambiente bem clichê das séries de TV. Andrews tendo que aprender a saber focar no cargo que sonha, e como Melendez acaba ficando diante de situações complicadas, mas é Glassman quem sempre se mostra disposto a ajudar todos a seu redor.

Vamos vendo como The Good Doctor segue, mas dá para ter certeza que deve ir bem por um bom tempo, ao menos no quesito audiência, que mantém um ritmo de queda, mas é bem curto, ainda mais com inúmeras outras produções estreando por agora. Além disso, temos a certeza de uma temporada completa.