Reviews Séries 

The Flash | 6×12-13 – A Girl Named Sue / Grodd Friended Me

The Flash precisa voltar a se encontrar para mostrar tramas mais interessantes, mas confesso que ao menos “A Girl Named Sue” soube trabalhar muito bem com Ralph, mesmo que continue fazendo mistério sem sal com a versão fora do espelho Iris, que em sua versão dentro do espelho continua uma mulher formidável.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Sorte que em “Grodd Friended Me” finalmente compreendemos o que Iris Espelho está fazendo e como ela está ligada a Eva, que continua usando Iris em seus propósitos e acho que ela não sai do espelho por algum limitação, enquanto usa a versão da mulher de fora do espelho para conseguir se vingar do ex-marido.

Ralph e Sue formaram um casal sensacional, ele usando o lado detetive foi ótimo, mas o melhor foi ela se mostrando mais esperta do que ele esperava e usando-o para conseguir um diamante. Mostraram uma Sue esperta e que faz o possível para se dar bem, e a busca do diamante tinha um motivo: mostrar mais da Black Hole, e a organização se mostra mais perigosa do que imaginamos.

Já Barry teve um episódio para fazer as pazes com Grodd e foi bom, dentro de suas limitações. O roteiro parece ter esquecido algumas coisas, colocou um Barry mais perdido, só que depois o colocou na linha de novo, mas espero que a série se reencontre, pois o pós-Crise deixou as coisas meio perdidas para The Flash.

Allegra agora sabe que Nash já teve contato com uma versão dela em sua Terra, por isso ele tem essa admiração nela, e o pior é que deixou ela perdida, já que e sentiu usada por ele bem quando começou a se conectar com ele.

Infelizmente The Flash traz de volta o Flash Reverso e não consigo me sentir conectado a sua trama, pois já deu o que já tinha de ter dado.

Postagens relacionadas