The Flash | 6×04 – There Will Be Blood

E Barry já prepara os outros para a sua despedida de The Flash. Com a Crise nas Infinitas Terras cada vez mais próxima, ele sente a necessidade de deixar todos confortáveis com a ideia de sua partida, e enquanto isso não acontece, vida que segue…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

O problema é que Cisco não lida bem com isso e começa a correr atrás de uma forma de salvar o amigo, mesmo que para isso ele tenha que esconder uma fórmula que poderia salvar Rosso. O problema é que mais uma vez Barry age por emoção e não percebe que ele está “salvando” o seu próprio inimigo.

Rosso tenta usar a fórmula que Barry lhe entrega, mas ela não funciona e então ele descobre que precisa colocar o seu sangue no corpo de outras pessoas, que ficam temporariamente zumbis sobre o seu controle, para então poder pegá-lo de volta, como uma incubadora, e assim sobreviver por mais tempo.

Com um poder desses, e com um roteiro que colocou uns diálogos tão fracos na boca de Rosso, a série poderia ter outros caminhos, mas colocaram-no como um grande poderoso monstro, mas só o é assim por conta das emoções em volta a Rosso. Agora, ele falar sobre a velocidade de Barry e sobre ele aplicar seu sangue na veia de sua vítima, foi nível Mutantes: Caminhos do Coração.

Voltando a parte dramática, todos estão sentido, até mesmo Ralph, que se distância e Iris quem o convence a seguir em frente e ir atrás de Debbie, e Cisco vai aprendendo aos poucos que precisará mudar sua cabeça. Até mesmo Nevasca fica um pouco para trás para não perder o amigo de Caitlin.

Agora, que ator do caramba é Jesse L. Martin, suas emoções como Joe foram incríveis. Ali temos um pai, um amigo, sabendo que terá que aceitar de qualquer forma que irá perder seu filho, e que não há o que ele possa fazer, a não ser proteger sua filha.

Por fim The Flash nos coloca Nash Wells para pegar um componente com Cisco e pronto para adentrar um local secreto onde o Monitor já esteve. Este novo Wells é Pária, que também deve estar em busca de como evitar a destruição do multiverso.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.