The Flash | 5×13 – Goldfaced

The Flash separou os núcleos para correrem contra o tempo e terem uma solução conta Cicada, mas o problema é que só Flash e Homem-Elástico fizeram, já que Nora foi resolver problemas próprios, enquanto Iris caiu em uma enrascada, mas ajudou mais do que imaginava.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Barry e Ralph foram atrás de um dispositivo que poderia ajudar Caitlin e Cisco na busca de informações e em dar um jeito de parar Cicada por um tempo, para que o soro funcionasse nele. O problema é que eles acabam caindo no mercado negro de armas e quase são pegos pelo vilão Goldface.

Gostei da forma como Barry vai entrando na situação e vendo que sem os poderes, eles precisam agir de forma mais ágil e pensada, e ele e Ralph derretem o cara de ouro, mas não chega a matá-lo. O problema é que não conseguem o material necessário…

Iris viu que suas matérias para seu Central Citizen não está fazendo sucesso, e estão chamando ela de insossa, então ela resolve investigar Cicada, já que Barry liberou ela para fazer a matéria. Então ela encontra amigos de Orlin e chega a sua casa…

Lá ela consegue intrigá-lo, tira algumas coisas com suas questões, mas logo é pega de surpresa. Em sua busca de informações ela destrói a casinha de boneca e consegue apunhalar o vilão, tirando sangue dele e lhe causando muita dor, o que a faz conseguir uma amostra e ajudar Cisco e Caitlin.

Agora, não gostei da trama de Nora focada em enganar Sherloque para que não descubram sua ligação cm Eobard. Mesmo curtindo a chegada das mulheres da vida de Sherloque a Terra-1, com direito a ciúmes da Adler da Terra-38. Fica evidente que com Adler sendo meta-humana, ela será alvo de alguma forma de Cicada, aumentando sua raiva…

The Flash segue tranquila, e até interessante, espero que consigam andar mais do que isso, acelerar um pouco o passo.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.