The Big Bang Theory | 12×09 – The Citation Negation

Mesclando bem um assunto complicado, falando sobre a decepção de um projeto ruir, e a competitividade em um jogo de vídeo-game, The Big Bang Theory soube brincar com suas tramas, ser divertida e leve, e ainda assim mostrar que as coisas podem fugir do controle.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Sheldon e Amy terminaram o seu projeto de super assimetria, mas precisam fazer citações e pesquisa sobre o assunto, para não conter plágio e ter certeza da exclusividade do assunto. Gostei da forma como eles colocam Leonard para controlar isso tudo, mas o melhor é ver Raj entrando junto de cabeça na biblioteca com eles.

O problema? Uma russa já estudou o assunto e o colocou no chão, então temos o maior problema: contar isso a Sheldon e Amy. Leonard, Raj e Howard então entram em briga para isso. Achei que fossem mais duro com Sheldon, por conta da forma que ele é, mas respeitaram e contaram de forma suave, ao contrário da reação estridente dele. Amy, frustrada, ficou com a missão de manter a paz pelo marido.

Quero ver como eles lidarão com essa frustração, de ter um projeto que planejaram durante o casamento vir ao chão, ou se criarão outra coisa em cima dessa experiência.

Agora, Bernadette entrando em cena querendo destruir Raj e Howard no Fortnite: Battle Royale, chegando a ir até Denise para ter aulas. Gostei da dinâmica das duas, de como Denise nos jogos também é mega competitiva e para ensinar chega a dar uns berros com Bernadette. E após várias aulas, eis que Bernadette está pronta…

Raj e Howard jogam, Bernadette entra confiante, até faz umas jogadas que deixam Raj boquiaberto, mas Howard a destrói rapidamente. Howard comemora e ela frustrada joga na cara dele que pelo menos ganha mais que ele. Quero ver voltarem mais para esse lado competitivo dela.

The Big Bang Theory mais uma vez vem resolver suas tramas, evoluir seus personagens, afinal, última temporada e Sheldon ainda tem muito o que aprender na questão de convívio social.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.