The Big Bang Theory | 11×18 – The Gates Excitation

The Big Bang Theory entrou no dia da mentira com uma verdade… Bill Gates fez uma pequena participação envolvendo um projeto com Penny e foi hilária a reação de Sheldon quanto a novidade, mas principalmente a forma como Leonard se utiliza para saber o hotel dele e ir chorar… Além disso, temos Bernadette se dando conta de que está muito materna.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Quando Leonard, Howard e Raj aparecem no hotel de Bill Gates, eu não imaginava que ele fosse chorar e encher a gravata do bilionário de sujeira. Howard e Raj fizeram companhia, mas renderam poucas piadas, mas os três ainda arrumaram um tempo para encher a cabeça de Sheldon de mentiras.

Sheldon fica no pé da Penny para entender se não é mais uma das pegadinhas de 1º de abril e ficou eufórico quando ela conta que realmente é de verdade e ele fica ainda mais contente ao ver que Leonard realmente conheceu Bill Gates, só que então ele cai na pegadinha, com todos mandando ele para hotéis diferentes.

No final Penny descobre que Leonard descobriu o hotel e foi falar com Bill Gates, mas na hora da desculpa é Sheldon quem aparece e acha que todas as coisas planejadas por Leonard é para ele.

Agora, Bernadette e Amy foi a coisa mais deliciosa de se acompanhar. A forma como as duas conversam e colocam sempre os momentos maternos em evidência é sensacional, mas isso obriga Amy a abrir os olhos de Bernadette, que só fala dos desenhos infantis que vê com os filhos. Achei hilário a forma como Bernadette acaba revertendo as coisas e coloca o cérebro de mãe a seu favor.

The Big Bang Theory soube utilizar a presença de BIll Gates, um grande homem na tecnologia e influência no mundo nerd, e também brincou com o Dia da Mentira, comemorado em vários países do mundo, mas o melhor foi ver Bernadette evoluindo mais uma vez dentro de sua vida materna.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.