The Big Bang Theory | 11×14 – The Separation Triangulation

Quando você acredita que Raj teria a chance de encontrar alguém bacana que poderia agregar a algo para ele em The Big Bang Theory, eis que ele fica mais entrosado com o ex-marido de sua pretendente, do que com a própria. E não sei porque insistem em fazer Leonard de capacho de Sheldon, o personagem já é sem sal e nesses joguinhos só me deixa mais irritado com ele.

Sheldon está trabalhando novamente na teoria das cordas e precisa de um espaço para si, pois está tirando Amy do sério por dominar o seu apartamento inteiro, então acaba tentando convencer Leonard e Penny a deixá-lo usar seu antigo quarto para estudos. No começo achei que eles não iriam deixar mesmo o nerd se instalar lá, mas Sheldon acaba sendo persuasivo, e até chato.

O problema é que nessa instalação, Leonard fica fora de si e faz de tudo para impedir que Sheldon fique ali, mas acaba é piorando o contrato de locação do espaço e virando seu capacho, com direito a ele pedir até comida e Leonard ter que entregar. Leonard já é um personagem que aparece em cena e eu já reviro os olhos, ele consegue até deixar Penny sem sal, e olha que ela ao lado das meninas, e até de Sheldon, tem momentos excelentes.

Agora, o episódio foi de Raj. Está delicioso ver ele indo tão bem no planetário, criando para si um verdadeiro show e até atraindo mais gente para o local. Nessas ele acaba conhecendo Nell (Beth Behrs, 2 Broke Girls) e inicia um romance até que legal, os dois ficam bem em cena, mas logo entra o marido dela, Oliver (Walton Goggins, Justified e Tomb Raider: A Origem). Apaixonado, as conversas dele com o marido dela acabam se tornando mais intensas que as dos dois.

Até Howard fica com ciúmes de Raj e Oliver, que criam uma amizade diferente, enquanto Nell dá um pé na bunda dele depois dele fazer de tudo para que ela voltasse para o ex.

The Big Bang Theory as vezes tem umas sacadas excelentes, mas elas se perdem no próprio episódio. Behrs seria um acréscimo delicioso a série, e a presença de Goggins foi maravilhosa, o ator sempre se mostra versátil e sabe cativar o telespectador, mesmo em uma participação tão pequena.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.