The ABC Murders | Crítica

The ABC Murders, chega com apenas 3 episódios na GloboPlay, e nos entrega uma nova, um pouco polêmica, mas interessante adaptação das histórias da famosa autora Agatha Christie e de sua maior criação, o Detetive Poirot.

Chegou a vez, agora, do livro de mesmo nome, lançado em 1936, ganhar as telas e nos entregar uma produção um pouco mais sombria, menos focada no trabalho investigativo e mais nas motivações de seus personagens, tanto os vilões, quanto os mocinhos.

John Malkovich in The ABC Murders (2018)
The ABC Murders – Crítica | Foto: Prime Video

Na produção, temos uma história sem o glamour e refinamento que envolve o famoso investigador. Mesmo assim, The ABC Murders, se garante e coloca o talentoso John Malkovich como o detetive, onde o ator faz uma versão mais velha, mais sábia, e até mesmo mais cansada de Hercule. Claro, Malkovich, faz uma atuação fantástica de tirar o chapéu, passar a mão no bigode e fumar um cigarro com calma. Mas, nem tudo são flores.

Em The ABC Murders, o ator transmite um personagem abatido por anos de trabalho e assombrado por decisões do passado. O curioso que até mesmo a trama investigativa, sobre o tal assassino do alfabeto que dá o nome para a série, é deixada um pouco de lado, afinal, na produção, já sabemos, logo de cara, nos primeiros minutos, quem é o personagem que irá movimentar a história e a forma como ele ataca suas vítimas.

Aqui, o assassino inglês mata as pessoas cujos os nomes e sobrenomes começam com a mesma letra, deixa uma cópia do guia ferroviário com a letra em questão, e uma meia feminina junto de suas vítimas. Assim, a figura misteriosa deixa toda a Inglaterra em clima de tensão e puro terror e, como estamos numa obra de Agatha Christie, nem tudo é o que parece ser e todos acabam na lista de suspeitos.

O primeiro episódio, mesmo que um pouco cansativo e demasiadamente longo, serve para nos introduzir Cust (Eamon Farren), um rapaz perturbado que chega para morar em uma vila no meio de Londres, não muito bem frequentada, com sua maleta à tira colo e uma máquina de escrever.

Com isso, o roteiro de The ABC Murders, também se concentra em apresentar para o público para essa nova versão de Poirot. Aqui, o detetive não tem mais o prestigio e a importância com a Scotland Yard que uma vez já teve. E a série acerta ao deixar isso bem claro, com o tom de diferença que o novo (e bem mais jovem!) chefe da polícia inglesa tem com o detetive.

Rupert Grint in The ABC Murders (2018)
The ABC Murders – Crítica | Foto: Prime Video

O Inspector Crome (Rupert Grint, muito bem) em The ABC Murders, vê o assassino do alfabeto como uma pedra no seu sapato, assim, como a presença de Poirot na sua cola. O seriado, acerta, também, ao mostrar e retratar bem, ao longo dos seus episódios, o cotidiano da Inglaterra dos anos 30, com um ar bucólico e triste, onde, tanto as vítimas, quanto as pessoas envolvidas com a vida delas, parecem ter alguma coisa à esconder.

E isso, vai desde de um Lorde inglês cheio da grana e títulos que nutre um carinho pela sua secretária, até mesmo uma bonita jovem que é a alma das festas de uma cidade do interior inglês. A história das vitimas parece estar conectada, uma com a outra, onde o assassino parece seguir o mesmo padrão com elas, e claro, as mortes tem misteriosamente conexões com o passado de Poirot.

Assim, ao longo dos episódios, o olhar aguçado de Poirot para pistas e para juntar as peças do quebra-cabeça, marca clássica de Christie, não tem um tanto destaque como em outras adaptações do detetive, seja na TV ou no cinema. Em The ABC Murders, vemos Malkovich trabalhar muito mais o psicológico do detetive, onde a produções entrega arcos narrativos que envolvem preconceitos contra imigrantes e questões sexuais. Vemos, também, que a nova onda de matanças, faz Poirot começar até mesmo a duvidar de si mesmo e parece não estar na sua melhor forma.

Para os amantes das tramas de mistério e de um bom quebra-cabeça, o último capítulo, conclui a trama de uma forma muito mais que satisfatória e no melhor estilo da autora. Malkovich dá um show de atuação, e é o atrativo principal para assistir a série. Assim, The ABC Murders, ao terminar, nos deixa com uma única pergunta: Quais serão os próximos casos que Poirot de Malkovich irá investigar? Temos que esperar para ver, só sabemos que queremos mais.

The ABC Murders está disponível no Globoplay.

Miguel Morales

Sempre posso ser visto lá no Twitter falando sobre o que acontece na TV aberta, nas séries, no cinema e claro outras besteiras. Uso chapéu branco e grito It's Handled! Me segue lá: twitter.com/mpmorales