Tenchi Muyo!: sem necessidade de seriedade

Quando Tenchi Muyo! estreou no Brasil através do Band Kids, o público brasileiro tinha pouco, ou nenhum, contato com o chamado gênero harem – tipo de narrativa que apresenta um protagonista homem ou mulher, rodeado por outros tantos do sexo oposto. Em meio a uma série de bizarrices e histórias baseadas em outras produções da cultura pop – como Sailor Moon e Star Wars, o anime fez grande sucesso no Brasil, sendo exibido quase cinco anos interruptamente.

A franquia, que ainda hoje existe no Japão e tem uma legião de fãs, foi a porta de entrada de outros títulos consagrados em solo brasileiro, como Love Hina. A trama, que envolve o estudante Tenchi e suas nada discretas visitantes de outros planetas conseguiu arrancar muita risada de quem acompanhava a série nas tardes da Band e emocionou a audiência com os dramas pessoais de cada um deles.

Tenchi Muyo

Tocando em pontos que atualmente seriam tratados com certo cuidado, Tenchi Muyo! é, sem dúvida alguma, um primor de sua época. Por aqui, a série se destacou por focar mais na narrativa de humor e deixar lutas e batalhas em segundo plano. Também foi o primeiro a mostrar um triângulo amoro completamente descarado, sem viés de preconceito. Com piadas rápidas e situações inusitadas, a história minimizava bastante temas que eram pesados para o público ocidental: machismo, homossexualidade, violência e poligamia foram alguns deles.

Pela Band, chegaram 3 sagas distintas: Tenchi Universe, Tench in Tokyo e uma série de OVA’s. Porém, como já foi dito, os universos paralelos dessa saga insana não pararam por aí e até hoje são contados nas telas de TV e cinema do Japão. Tanto que sua 4ª série de OVA’s será lançada por terras nipônicas em 30 de novembro, com os episódios seguintes sendo lançados a cada 3 meses, finalizando em 30 de agosto de 2017.

Quem sabe a série seja abençoada pelos deuses dos animes no Brasil e não ganhe as plataformas de streaming como aconteceu com Shaman King, Fullmetal Alchemist e tantos outros.

Tenchi Muyo

Mesmo produzida na década de 90, a produção ainda se mantém atual e as piadas são divertidas. Uma nota extra para a animação da série Universe, que soube explorar de forma magnífica enquadramentos e expressões, ajudando – e muito – a narrativa trama.

Quem acompanhou Tenchi Muyo!, certamente ficou com saudades. Quem ainda não viu, aconselho procurar a obra e assistir. Vale muito a pena mergulhar neste universo caótico onde a insanidade se faz como seu principal link com a realidade.

André Ricardo

Fã incondicional de séries e filmes dos anos 80 e 90, mas também dou chances para as produções atuais.