Supergirl | 4×08 – Bunker Hill

Gostei que o episódio veio com tudo e já mostrando quem é Nia e expondo a identidade de Ben Lockwood, acabando com parte dos mistérios do início da temporada de Supergirl e já prometendo maiores problemas para os episódios seguintes. Kara ainda tem muito o que enfrentar e os perigos estão apenas sendo desenhados.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Manchester Black liga os pontos e acaba indo até o coração dos Filhos da Liberdade e coloca Ben e Lydia em sua mira por vingança por Fiona, só que J’onn evita que ela faça o pior por duas vezes, deixando-o ainda mais furioso. A grande questão é que isso apenas piora a situação do Agente da Liberdade, que até surpreende sua esposa com a revelação de sua identidade, mas acaba colocando-a ao seu lado, mesmo ela que era tão pacífica.

A ajuda para Kara veio através de Nia Nal, que descobrimos ser de um planeta chamado Naltor e que nasceu com um “problema genético” que a torna capaz de sonhar com o futuro, e Brainiac-5 a ajuda a controlar esse poder a seu favor, com direito a prever eventos futuros em curto prazo de tempo e usar sua habilidade em defesa e ataque. Brainiac-5 a ajuda a entender esses movimentos e eles chegam até a batalha de Manchester e Ben.

Supergirl é de grande ajuda e evita o pior quando J’onn deixa Manchester mais fraco de frente com Lydia e evita também que Ben o mate. Após chamar o DEO, Kara entrega Ben e Manchester aos agentes e policiais, só que na frente das câmeras, novamente Ben consegue tempo de fala e deixa claro que agora todos sabem que ele é o Agente da Liberdade, mas ninguém sabe quem é Supergirl.

Adorei ver o presidente Baker reclamando com a Coronel Haley sobre seus pontos em pesquisa e como ele se preocupa com a mídia falando dele, e com todos querendo saber quem é Supergirl, ele acha que todos tem o direito de saber a identidade secreta dela. Alex ainda intervém pela irmã, mas Kara, pensando em sua família e amigos, acaba se opondo, mas é demitida do DEO…

Supergirl agora trilha um novo caminho, mais solitária, sem ajuda de Alex, do DEO, mas podendo contar com J’onn, Brainiac-5 e agora Nia Nal, ou será que já chamamos de Dreamer? Outro ponto que fica cada vez mais evidente é a forma como James pensa sobre tudo isso e fico preocupado nele cair para o lado dos extremistas.

E no final temos uma cena de abertura para o Elseworlds, o crossover do Arrowverse, onde temos mortos Stargirl, Gavião Negro, Mulher-Gavião, Capitão Frio, Arqueiro Verde com o uniforme cintilante de Smallville, enquanto o Flash dos anos 90, já que estamos na Terra-90, busca evitar que O Monitor dizime o seu universo para sempre, mas sem conseguir ele acaba escapando…

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.