Supergirl | 3×22-23 – Make It Reign / Battles Lost and Won [Season Finale]

Com um pouco de atraso assisti aos últimos episódios de Supergirl, e confesso que esperava mais… Muito mais! A série caminhou bem no desenvolvimento de sua vilã principal, mas nos momentos finais deu uma descarrilhada boa e nos entregou uma conclusão bem sem sal.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Foi legal ver mais de Alura e sua relação de carinho tão grande com Kara, principalmente por ela ficar tão orgulhosa do destino da filha, e até de como ela se relaciona com as pessoas ao seu redor. No mais foi a conclusão do que foi apresentado até aqui.

Em um episódio vemos Selena atrás do sangue de Pureza e Pestilência, enquanto faz com as outras bruxas e Coville o ritual para não só fortalecer Reign, como também transformar a Terra em uma nova Krypton. Coville é quem acaba se sacrificando ao ver a burrada que fez e avisa ao DEO sua localização.

A partir daí a Terra começa a entrar em colapso, Reign vai até o centro para acelerar as coisas, mas M’yrnn acaba se sacrificando para salvar o planeta em sua última defesa. M’yrnn já tinha passado sua memória para J’onn, que teve seus momentos finais com o pai.

Então temos Sam e Kara lutando com Reign do “outro lado” e voltando para a Terra, mas Kara não quer ser igual aos vilãos e ao ver que uma atitude impensada acabou matando sua mãe, Mon-El e outros, acaba voltando no tempo e fazendo tudo diferente… Com um problema, que comento no final.

A conclusão da temporada então foi simples, Sam e Ruby foram embora, J’onn passou a direção do DEO para Alex, Wynn decidiu ir para o futuro com a Legião, incluindo aí Mon-El, mas Brainiac-5 decide ficar neste presente. Alura então parte para Argo, buscando manter sua cidade em paz. Adorei ver James Olsen expondo sua identidade de Guardião e a forma como ele acaba reagindo melhor em saber que as pessoas podem confiar nele.

Dessa ida a Argo e com a Harun-El, Lena e Eve acabam ficando com um pedaço da pedra e já começam a trabalhar em cima dela. O problema da pedra e quando Kara salva Sam é que ela acaba sendo duplicada, e uma versão sua vai parar na Sibéria, onde não sabemos nada sobre como ela irá agir e reagir a tudo isso.

Supergirl já deixou pistas do seu retorno e já espero que a série se encontre novamente, pois nesta temporada vinha fazendo um trabalho bem interessante, mas não soube se manter assim até o final de sua temporada. Jeremy Jordan deixou a série e já está focando em seus trabalhos na Broadway, mas acho que devemos dever algumas participações recorrentes.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.