Supergirl | 3×03 – Far from the Tree

Nada mal uma viagem a Marte, não? Não! Supergirl trouxe um episódio delicioso, sobre família e a viagem de Kara e J’onn até Marte foi o ponto alto do personagem e mostrou o carinho que Kara demonstra pelos outros. Maggie também ganhou destaque e sua relação com o pai deixou claro como ela busca se conectar as pessoas.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Maggie e Alex tiveram um chá de panelas organizado por Eliza, sua mãe, e a presença do pai de Maggie seria essencial para unir as famílias, mas ela logo conta a história de como o pai descobriu sua sexualidade e de certa forma a abandonou. Alex a convence a convidar o pai e quando Oscar aparece ela fica fora de si, uma felicidade contida que ela precisa jogar pra fora.

A conversa deles é singela, ela fala sobre sua carreira como policial e ele até fica contente com o rumo da vida da filha, e quando conhece Alex fica espantado por ela ser uma agente do DEO. Mas claro que teríamos problemas… Oscar vendo o primeiro beijo da filha fica fora de si e todo o rancor retorna e é jogado na cara da filha. Só que temos Alex e toda a sua fofura. Impossível não ficar contente com os roteiristas, com o elenco e todo o diálogo entre elas.

Enquanto isso,  J’onn e Kara chegam em Marte, mas usam um carro de voar, no melhor estilo Lolla de Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D., e lá encontram a resistência liderada por M’gann. O problema é que os Marcianos Brancos querem o sacerdote que sabe de uma arma que pode ser utilizada por eles, e M’gann chama J’onn pois esse sacerdote vivo é seu pai. O encontro de J’onn e M’yrnn J’onzz (Carl Lumbly, Zoo) é cheio de dor por parte do filho, pois centenas de anos sendo torturado faz seu pai não reconhecê-lo.

Kara é essencial para fazer mediação entre os dois e trazer o pai a si. A cena da conexão mental entre pai e filho foi bonito, mesmo com efeitos especiais estranhos. O importante é que pai e filho voltam e além de ajudar a resistência, acabam voltando juntos para a Terra.

A presença do pai de J’onn na Terra deve render boas tramas para o personagem em Supergirl, principalmente por ele andar meio apagado e com M’gann em Marte a trama dele pode ser redesenhada agora descobrindo que não só tem um Marciano Verde vivo e ele ser seu pai. Quero ver as consequências disso.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.