Supergirl | 3×01 – Girl of Steel

Depois de muita espera nossa querida Kara está de volta! Supergirl retornou mostrando as consequências da morte de Mon-El em nossa doce Kara Danvers e como a mudança no luto da garota acabou mexendo com todos os outros personagens. Um retorno emocional e importante para Kara se redescobrir depois de um momento tão complicado.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Meses após o sumiço de Mon-El, Kara está se jogando na vida como Supergirl e deixando sua identidade humana de lado, o que acaba preocupando todos ao seu redor. Alex é quem acaba mais afetada com tudo isso, pois não tem sua irmã para lhe apoiar em seu casamento com Maggie, e essa sua ausência acaba sendo sentida até por sua noiva. O confronto das duas sobre humana e kryptoniana é bem complexa e ela até cita conselhos de Clark, que fala que não conseguiria ter tomado sua decisão se fosse Lois.

Toda sua dor e todos falando que ela precisa superar a perda de Mon-El só os afastam e cara acaba brigando até com James, pedindo assim demissão da CatCo, bem no momento que a empresa acaba sendo comprada por Lena Luthor, evitando que a mesma fosse para Edge (Adrian Pasdar, Marvel – Agents of S.H.I.E.L.D.), o novo vilão corporativo da série.

Toda a evolução do luto de Kara até ela descobrir o quanto todos precisam dela em conversa sensacional com J’onn J’onzz foi delicioso e trouxe uma luz para o coração aflito dela, mas muito ainda há por vir. Mesmo em um momento de comemoração por seus feitos, Kara não consegue parar de pensar como Supergirl, nesse seu ato de matar seus sentimentos mais humanos.

Durante a comemoração da estátua em homenagem a Garota de Aço, Edge e seus capangas acabam agindo e colocando todos em risco, e Kara salva o dia com a lembrança de Mon-El, que não gostaria de vê-la assim. E tudo volta ao normal. Com direito a Lena e Supergirl confrontando de forma dura Edge e suas ações.

Neste episódio temos a chegada de Samantha (Odette Annable, House), que será o codinome de Reign, a Matadora de Mundos, que durante a destruição na praça por Bloodsport, acaba descobrindo uma força que ela não tinha noção ao salvar sua filha dos destroços de uma barra de ferro. No fim do episódio a vemos sonhar com o mesmo local em que Kara estava com Mon-El e sua mãe Alura, mas no de Samantha, Alura se vira para ela e mostra uma face monstruosa.

Se por parte de Cat a temos como a nova cara da presidência, batendo de frente com todos que falam mal de Olivia, Alura tem mesmo uma nova cara, pois agora no lugar de Laura Benanti temos a chegada de Erica Durance (Smallville).

Supergirl ainda tem muito o que mostrar e já quero ver a ascensão de Reign e como ela virá a ser uma grande vilã para Kara/Supergirl. Este episódio foi um bom retorno e já mostrou o status emocional de cada um dos personagens e como cada um está ali para proteger Kara. Gostei bastante!