Supergirl | 2×15 – Exodus

Supergirl nos entregou mais um episódio intenso e interessante, e seu desenvolvimento, junto de suas tramas, nos cativam e seus personagens a cada instante nos trazem para perto com sua humanidade, mesmo os aliens como Lyra. Ah! Não posso esquecer da breve aparição da eterna Lois Lane Teri Hatcher e do Hércules Kevin Sorbo.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

A trama do episódio em si foi bem rápida e mostrou o risco dos planos de CADMUS, que teve uma óbvia interferência de Jeremiah, mas o problema é que Alex não consegue mais confia nele e quase coloca a própria vida em risco. O plano de J’onn em testar Alex para saber como ela agiria na presença de Jeremiah foi um jogo baixo, mas importante para eles compreenderem como cada um deve trabalhar.

Lena e Kara foram importantes para descobrirem o paradeiro de Jeremiah e da tal “arma” que poderia ser usada contra os aliens que estavam sendo caçados e sequestrados, mas Alex então descobre que o armamento na verdade é uma nave que enviaria os aliens para o outro lado da galáxia. Uma expulsão dos imigrantes, em clara crítica social a situação atual.

Bem conectada a trama dos aliens, Kara ainda se viu obrigada a ir até Snapper para pedir que ele colocasse sua matéria na capa do jornal, mas ela foi negada por falta de fontes, e nem mesmo ele conversando com Supergirl resolveu a situação. Lena então a aconselha a usar os meios eletrônicos para chamar a atenção… É aí que ela consegue visibilidade, mas é mandada embora da Catco por suas atitudes. Gostei do sermão que Snapper dá nela sobre necessitar investiga mais seus artigos para não causar problemas, pois ele a salvou agora, pois estava certo, mas e depois?

Estou gostando da relação de Winn e Lyra, e quero mais abordagem disso, e olha, James só apareceu para aconselhá-lo e se mostrou completamente avulso a tudo. Espero que tenha mais espaço adiante.

Alex quase indo embora com a nave para o outro lado do universo e as despedida de Kara pelo vidro foram de partir o coração, e seria legal se ela fosse e criasse assim um arco de história para buscá-la, mas perderam a chance…

Cada vez mais introspectiva e trabalhando cada uma de suas tramas e personagens, o próximo passo de Supergirl agora é ver o que é de Mon-El com a chegada das personagens de Hatcher e Sorbor e sua guarda imperial…

Fico por aqui, comentem e to be continued