Star Trek: Discovery | 2×08 – If Memory Serves

Bem-vindos à Talos IV!

Star Trek: Discovery já inicia seu episódios mostrando o planeta e a primeira expedição de Pike, Spock, Número Um e tripulantes da Enterprise. Lógico que de início temos um “recap” da trama, vemos os Talosianos como expert em mentes e conhecemos a paixão de Pike, Vina.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Logo em seguida acompanhamos Michael e Spock chegando a planeta que tem uma restrição de acesso da Frota Estelar e o mesmo se esconde atrás de um buraco negro, que é uma arma mental para afastar intrusos. A apresentação de Vina à Michael, a fala sobre Pike e como eles mostram que os Talosianos podem salvar a mente de Spock é muito bacana, mas eles pedem a lembrança mais dolorosa de Michael para eles.

Conseguindo liberar a mente de Spock, o que descobrimos é que ele sabe que o Anjo Vermelho é um humano, mas pior que isso, ele sabe que a galáxia como é hoje será destruída, só que ninguém sabe quem comanda os ataques das máquinas para isso. Só que a série abre uma saída para Airiam e o triângulo de três pontos vermelhos que aparecem em seus olhos.

A ideia da Frota Estelar é estudar a mente de Spock, que estava fluindo entre passado, presente e futuro, e sua busca por lógica o estava pirando. Então ele não matou as pessoas, mas sim as desacordou, só que a Frota Estelar para justificar a missão da Seção 31 acaba falando dos assassinatos e colocando Leland e Georgiou à frente.

Só que Michael e Spock acabam sendo mais espertos, e quando Leland os interceptam acaba pegando hologramas mentais talosianos, enquanto eles pousam em segurança na Discovery. Fiquei tenso com Georgiou falando que dizimou o planeta no universo Terráqueo quando os talosianos tentaram mexer com suas cabeças.

Vina então se despediu de Pike, enquanto Michael e Spock conversam sobre o rancor que há entre eles, que na verdade foi uma tentativa da irmã protegê-lo, pois ela o afasta para que ela possa ir embora e salvar a vida de Amanda, Sarek e Spock, pois alguns volcanos extremistas queriam matá-los.

Agora a Discovery será caçada por ajudar Spock e Michael enquanto buscam saber não só quem é o Anjo Vermelho, como quem são os responsáveis para o fim da galáxia pensante.

A trama de Stamets e Culber acaba caindo para o desespero, pois recém voltado dos mortos, Culber não sente e não consegue se conectar com ninguém, se afastando de vez de Stamets. No meio tempo ele ainda briga com Tyler, querendo se vingar de Voq, que tirou sua vida e causou toda essa dor.

Star Trek: Discovery tem tido uma evolução interessante, meio lenta, mas que traça um caminho muito bom, com aventura, ciência e ação na medida certa.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.