Sharp Objects | 1×06 – Cherry

Em Sharp Objects se pensávamos que a trama iria continuar a desenrolar graças aos pequenos acontecimentos do episódio anterior, pensamos certo. Foi como levar um tombo, ou cair de patins, no caso. Tivemos um andamento no caso mas nada que fosse muito alarmante, afinal, para quem espera acontecimentos chocantes e bombásticos talvez seja melhor olhar para atrás, pensar nos outros cinco episódios e ver que o ritmo da série não é esse.

Claro, 1×06 – Cherry preenche lacunas sobre a história de Camille, nos dá detalhes da sua vida quando jovem, conseguimos ter uma visão do quadro geral com novas informações sobre com que e como ela sofreu e ainda nos mostra o que pode ser uma pista valiosa para os próximos dois e últimos episódios da série.

Novamente Sharp Objects não entrega nada de fácil e as pistas são deixadas ali e aqui soltas como os cabelos das irmãs Preaker ao vento enquanto andam de patins pela cidade fantasmagórica que é Wind Gap.

sharp objects crítica
Foto: HBO

Sim, vemos Camille e Amma quebrar barreiras ao se envolverem cada vez mais, se conhecerem e trocarem confidencias. E os laços estreitados entre as duas parecem que vão ser um caminho explosivo para elas. E Adora, claro, continua a culpar a filha por tudo de ruim que acontece, “eu seria o que? sua informante?” diz ela em certo momento com tom de desdém.

As relações do passado entre Camille e a irmã falecida e Camille e as antigas colegas líderes de torcida parecem colocar um peso ainda maior na carga dramática da personagem. E mesmo quando ela conversa com seu colega estuprador, ambos agora adultos, onde ele pede desculpas, conseguimos vemos o quão quebrada e despedaçada a personagem está.

Será que ela pensa que quanto mais ela fica em Wind Gap mas perigoso para sua saúde mental fica?

E assim durante o episódio temos juntamente com a dinâmica irmã e meia-irmã, o desenrolar do caso com uma prova que aparece do nada dentro do rio na Fazenda de Adora. O objeto de uma das vítimas parece conectar, finalmente, um suspeito com o crime mas, nós perguntamos aqui, o quão válida é essa prova? Será que temos aqui uma verdadeira evidência do real assassino?

Assassino que foi facilmente identificado com um trabalhador da fazenda, ou apenas uma manobra muito bem elaborada de Adora e o Xerife para encontrarem logo um culpado? Perguntas, perguntas e perguntas.

O 1×06, assim como o nome que tem, Cherry acaba por ser todas as alusões sofre a fruta que vemos ser mostrado ao longo desse capítulo, onde temos um episódio vistoso e bonito mas com um recheio escuro e duro. Já conseguimos captar todo o sentimento da cidade, seus moradores e agora precisamos de um rumo ao norte, saber o que aconteceu e ainda torcer para que as coisas fiquem bem, isso se nada de pior irá acontecer.

Mas ao conhecer tudo que já vimos da série nesses 6 episódios sabemos que isso não deverá acontecer não é mesmo? Afinal garotas bonitas andam por Wind Gap todas as noites….

Miguel Morales

Sempre posso ser visto lá no Twitter falando sobre o que acontece na TV aberta, nas séries, no cinema e claro outras besteiras. Uso chapéu branco e grito It's Handled! Me segue lá: twitter.com/mpmorales