Santa Clarita Diet | 2×01 – No Family is Perfect / 2×05 – Going Pre-med

E eles estão de volta! E estão bem (na medida do possível) claro! Os Hammond retornam para novos episódios de Santa Clarita Diet e a trama continua logo depois dos acontecimentos do final da primeira temporada!

O que vai acontecer com a Sheila? E o livro sérvio que cria o soro? E os cadáveres acumulados em Santa Clarita? Mas não se preocupem Santa Clarita Diet retorna mais excêntrica, bizarra e engraçada nessa segunda temporada.

Confira nossa crítica para os 5 primeiros episódios do novo ano aqui:

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Primeiramente temos que destacar que a atriz Drew Barrymore parece estar ainda mais confortável no papel de Sheila, a corretora de imóveis que vira uma zumbi de uma noite para a outra e para o segundo ano da série os roteiristas resolveram abraçar seu lado ainda mais estranho e realmente a personagem ficou ainda melhor. Os primeiros episódios são hilários no melhor estilo que só Santa Clarita Diet sabe fazer com um humor sem noção, diálogos rápidos e uns plot twist bastante WTF.

Nesse segundo ano temos algumas novas surpresas nos esperando nessa primeira parte da temporada que como sempre garante boas risadas e uma trama que mantém o ritmo dos outros episódios exibidos quando a série estreou no ano passado.

Logo no retorno 2×01 – No Family is Perfect  vemos os Hammond tentando de todas as maneiras pensar numa forma de fazer com que Sheila seja parte da família (mesmo com a sua condição) e a trama basicamente se desenrola com a busca por uma bile sérvia para completar o soro visto no livro antigo lá na primeira temporada. Enquanto Abby e Eric estão nessa jornada para ajuda-la, fazendo o que todo adolescente moderno faz, procurar ajuda na internet, Joel está preso no hospício e tenta de todas as maneiras sair de lá.

O mais bacana do retorno da série é ver o quão interessante é o contraste das maluquices que o seriado apresenta com a inserção dos personagens num mundo completamente real sem depender muito do fantasioso para contar sua história. Para quem assiste é assumir que o vírus é responsável pelo problema e embarcar na história.

Timothy Olyphant acerta em deixar Joel ser aquele personagem com um pé mais na realidade e mesmo tendo suas primeiras cenas dentro de um local cheio de pessoas com problemas mentais, ele acaba sendo a pessoa mais lúcida lá dentro e ver o ator trabalhando isso é fantástico. E toda parte de Joel com o colega de quarto no instituto é bem interessante, foge um pouco da dinâmica da série e mesmo tendo boas cenas é bom ver o arco ser finalizado bem rapidamente. Afinal quando Joel retorna para a casa vemos o personagem em sua melhor função: tentar salvar sua família.

Foto: Netflix

Assim, Santa Clarita Diet no seu melhor estilo faz com que Joel, Abby e Sheila percebem que não podem viver de outra forma sem ser juntos e literalmente sacam que nenhuma família é perfeita. Então após conseguirem a bile sérvia vemos que as coisas vão continuar igual na casa dos Hammond. E esses episódios de retorno ainda servem para criar novos problemas com destaque como por exemplo o estranho cara que vendeu seu vômito e para a atendente do mercadinho, Ramonna que parece ter um segredo próprio. Acaba sendo um um prazer ver a personagem ganhar mais espaço nesse novo ano e a atriz Ramona Young é realmente muito talentosa e tem um quê de Aubrey Plaza onde ela e sua personagem parecem encarrar o estranho de uma forma bastante bacana.

Em uma trama um pouco paralela mas super bem colocada nessa segunda temporada o episódio 2×02 – Coyote in Yoga Pants nos apresenta aos colegas de profissão e rivais dos Hammond, Chris e Christa, os ótimos Maggie Lawson e Joel McHale. A dupla enfrenta Joel e Sheila na disputa para a venda de uma casa de uma forma que a série consegue deixar seu lado “sobrenatural” e de focar em matar alguém para Shiela comer para desenvolver uma trama isolada mas simples e eficaz.

E esse parece ser o grande triunfo da segunda temporada de Santa Clarita Diet, seus arcos não são tão extensos e esticados e a história flui de uma forma bastante rápida. As coisas parecem se resolver em poucos episódios como o caso do relacionamento de Ramonna com Eric e o fato dela ser um zumbi também, a introdução dos vizinhos nazistas (durante o ótimo episódio 3) e da cabeça falante de Gary, a primeira pessoa que Sheila matou, num retorno hilário de Nathan Fillion para a série.

Foto: Netflix

A comédia ainda coloca novos mistérios para a própria mitologia da série transmitindo um sentimento de que tudo foi bem planejado pela equipe de roteiristas e que as coisas fazem parte de um arco maior, assim como no primeiro ano. E o começo dessa temporada acerta também em nos deixar com novas dúvidas e perguntas: O que é aquela bola de perna com pernas que vimos no 2×04 – The Queen Of England? E o surto de zumbi que afetou Sheila e Ramonna, será que aconteceu por culpa de uma comida do mesmo lugar? Quem é aquela dupla que também tentou invadir o apartamento de Goran, o estranho que vendia as coisas na internet? E será que a policial Anne vai mesmo começar sua investigação ao mesmo tempo que continua seu relacionamento com a vizinha Lisa?

A série acerta em finalizar alguns dos arcos apresentados já na dupla dos ótimos episódios 2×03 – Moral Gray Area e 2×04 – The Queen of England e abre as portas novos problemas que devem deixar os personagens com o pratos cheios (de olhos, fígados e outras partes do corpo) para serem resolvidos na parte final da temporada.

Essa primeira leva de episódios de Santa Clarita Diet nos trás de volta os personagens carismáticos com ainda novos problemas e muito mais antagonistas… afinal Sheila pode ter controlado sua sede mas as situações complicadas continuam a se proliferar de uma forma bastante rápida, mas pelo menos as partes do seu corpo pararam de cair.

Em resumo, Drew Barrymore continua super engraçada e realmente a melhor coisa da série que para esse segundo ano expande suas histórias e acaba por deixar os problemas de Sheila e Joel ainda maiores mesmo que o sentimento de urgência visto no primeiro ano tenha passado.

tem suas duas temporada disponíveis na Netflix.

Miguel Morales

Sempre posso ser visto lá no Twitter falando sobre o que acontece na TV aberta, nas séries, no cinema e claro outras besteiras. Uso chapéu branco e grito It's Handled! Me segue lá: twitter.com/mpmorales