Raio Negro/Black Lightning | 1×05 – And Then the Devil Brought the Plague: The Book of Green Light

Essa semana Raio Negro (Black Lightning) focou no desenvolvimento de seu vilão Tobias, na busca pelos desenvolvedores da Luz Verde e também do ato de heroísmo de Anissa e sua escolha por um uniforme, enquanto o mesmo traz problemas para Jefferson. O engraçado é que até aqui este é o episódio mais simples das tramas da série, mas traz grandes diálogos.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Primeiro vamos a Anissa, que resolveu buscar sua própria história para entender seus poderes e acaba esbarrando no nome de seu avô. Nessa jornada, onde ela aprende com o pai sobre a nobreza dele, acaba indo até um antigo amigo de jornal do avô e este pede que ela se afaste da história. Anissa, cabeça dura, acaba entrando com tudo na trama, pois começa a descobrir que o avô estava no caminho de descobrir sobre 9 crianças que desapareceram e depois apareceram com poderes. O legal é que fico ansioso para ver como isso mostrará a origem de Jefferson e seu Raio Negro, sem precisar focar em contar sua jornada inicial.

O momento cômico dela buscando um uniforme para se proteger me pareceu fora de contexto, mas serviu para segurar o drama, pois ao mesmo tempo temos Tobias Whale e sua irmã destruindo o pai, em uma metafora para ele soltar as amarras e poder ser um grande homem. A cada episódio me apaixono por Lady Eve. Ela mandando uma carta com um farelo branco foi tenebroso, pois no episódio anterior ela lhe contou a história dos albinos e como eram caçados para fazer um pó de seu osso que seria mágico.

Agora temos Jefferson tendo que se ausentar um pouco de sua jornada, pois com Gambi fazendo melhorias em seu uniforme, ele acaba sobrecarregado. A cena de voo foi bacana, assim como as melhorias para visão noturna e até raio-x. Com isso ele se aproxima mais de Jennifer, que ao ser confrontada por 2 colegas dá um cacete nelas. Gosto muito dos diálogos que a série traz, principalmente com referência a lutas e cultura.

Este episódio mostra mais sobre o passado de Raio Negro e deve explicar mais sobre a força dos vilões da série, já que devem ter algum dedo na criação desses garotos com poderes que Anissa investiga. Espero mais do próprio Jefferson, pois ali vemos um herói cansado, mas disposto a voltar a capa para proteger sua comunidade, um olhar diferente para as séries atuais de heróis.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.