Prodigal Son | 1×05 – The Trip

Mostrando sobre as consequências de não dormir, Prodigal Son coloca Malcolm mais alucinado e com a língua afiada para cima de todos, enquanto vai se lembrando de momento que teve com o pai…

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

Sem dormir e doido para investigar algum assassinato, Malcolm se mete com Gil, TJ e Dani, em busca de estar ativo, e evitar criar problemas para si e para as pessoas a sua volta. O problema é que ele acaba entrando com tudo e chega até a ofender outras pessoas, mas tudo por conta de sua privação de sono.

Gostei demais da relação dele com Dani, como já havia visto no primeiro episódio, e este aqui só realçou isso para mim. Os dois investigando a morte do rapaz e descobrindo que não foi a máfia, mas uma mãe vingativa, foi bem tenso, pois ela perdeu a filha para as drogas desses homens e queria matar a todos. O problema é que Dani tinha contato com algumas das pessoas envolvidas e muitas delas não sabiam que ela é policial.

Da parte de Malcolm, sua privação do sono o faz insano, mas o coloca em situação de entender que não tem amigos. Quando a droga estoura na sua cara e o leva a descansar, ele dorme e volta outra pessoa.

Gostei do encontro dele com Jessica, pois há mais carinho entre eles. Agora, não entendi muito de Eve, que o observa de forma estranha, vamos ver os caminhos seguidos para ele e sua família, e quais as reais intenções dessa mulher.

Fato é que Prodigal Son reforça que há algo mais na relação de Malcolm e Martin e que ele quando garoto sabia mais do que deveria e estava envolvido em algo…

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.