Os Hathaways, de Lisa Kleypas | Resenha

lisakleypasUma das grandes apostas da Editora Arqueiro foram os romances de época, e autoras como Lisa Kleypas acabaram se tornando um fenômeno de vendas! Para quem ainda não conhece nada da autora e gosta de um bom romance, a dica é a série Os Hathaways, que conta a história de cada membro dessa excêntrica família!

O primeiro livro é Desejo à Meia-Noite e vemos os irmãos ganhando um título nobre depois da morte dos pais. Apesar de serem agora considerados da alta sociedade, a família passa a viver em uma casa que está caindo aos pedaços. Como se não bastasse, Leo, o irmão que ganha o título, se torna um alcoólatra, sem nenhuma responsabilidade, depois que perdeu a noiva. Porém, a protagonista Amélia faz de tudo para salvar os irmãos. Amélia abdica a própria vida para cuidar da família, até que conhece Cam, um rapaz que é meio cigano e, embora fuja do dinheiro, é podre de rico. O protagonista acaba ajudando a irmã Hathaway e entra numa jornada de autoconhecimento. Se por um lado Amelia é orgulhosa e tenta resistir a ajuda de Cam, por outro, o protagonista tenta resgatar seu lado cigano. O tom lírico permeia todo o primeiro livro da história, mostrando um bonito romance com boas cenas sensuais.

No segundo, Sedução ao Amanhecer, temos a sensível Win se recuperando de uma grave doença e tentando convencer Kev Merripen que pode ser a mulher da vida dele. Merripen também tem um lado cigano e super teimoso! É bastante engraçado ver a luta de Win para conquistar o grande amor de sua vida e bastante dramático conhecer o passado de Merripen. O casal é um dos meus preferidos e Win é muito mais forte e persistente do que aparenta.

Já no terceiro livro, Tentação ao Pôr do Sol, temos a esperta Poppy e seu marido dominador e possessivo. Já sabemos alguns segredos da família de Cam e os Hathaways já estão estáveis financeiramente, mas eis que surge outro segredo: o mistério que envolve a governanta, Catherina Marks, e o marido de Poppy, Harry! Segredo completamente revelado no quarto livro da série, Manhã de Núpcias. Dessa vez vemos Leo descobrindo tudo sobre Marks e deixando se levar pelo que sente pela moça. Porém, a governanta guarda um grande segredo e faz jogo duro com o Lorde Ramsay! Neste volume percebemos claramente a evolução de Leo que amadureceu bastante ao longo da série.

No quinto e último livro, Paixão ao Entardecer, temos o romance da inteligente Beatrix com o capitão Christopher Phelan. De todos, Bea é a mais excêntrica da família, e passou por um período cleptomaníaco, principalmente quando ficava nervosa. Lisa Kleypas soube encerrar bem a história dando um bom final a uma das personagens mais carismáticas da série.

oshathaways-capas

Ao longo dos cinco volumes vamos acompanhando a jornada de cada irmão, uma jornada difícil, uma vez que os Hathaways não são bem aceitos na sociedade, primeiro porque antes eram pobres e segundo porque se relacionam com ciganos. E também tem o fato de terem mentes livres de preconceitos, e isso é bem mostrado nas personagens femininas de Lisa, todas inteligentes e espertas!

Lisa aborda muitos assuntos interessantes enquanto desenvolve os romances: vida após a morte, traumas de guerra, preconceito, drogas, prostituição cleptomania, entre outras coisas. A autora consegue desenvolver bem seus personagens, alternando momentos de drama e humor, terminando de maneira bem conclusiva.

Vale lembrar que Lisa também publicou um conto chamado Casamento Hathaway, que mostra um pouco mais da personagem Bea e seu amor pelos animais.

Enfim, quem gosta de romance em um cenário do século 19, Os Hathaways é super recomendado!