One-Punch Man #8 | Resenha

Seguindo roteiro de ONE, Yusuke Murata continua arrasando nas ilustrações de One-Punch Man, fazendo um trabalho sensacional no traço e nos enquadramentos. Esta 8ª edição me tirou bastante da má impressão das 2 edições anteriores, onde nada da tama andava, enquanto os heróis lidavam com a super invasão alienígena.

Ao focar a trama deste 8º volume tanto em Genos, quanto em Saitama, não só o desenvolvimento acaba interessante, como acabam mostrando o trabalho da dupla de forma separada, com aluno querendo mostrar ao mestre que se fortaleceu, além de dar espaço a outros acontecimentos ligados as atitudes deles.

O herói número 1 finalmente fica cara-a-cara com Saitama e nada melhor do que entrarmos na mente de King para compreender o motivo dele ter sumido da batalha. Desenvolver sua história como um “oportunista” que apenas pega os louros das vitórias de ninguém menos que Saitama foi genial. O trabalho em cima da mente dele, o encontro com Saitama, enfrentar as coisas que ele faz, e ainda ter que fugir por estar na mira dos vilões, é excelente, pois ele só quer jogar videogame e seguir a vida.

Achei que Saitama iria reagir de forma absurda, mas não, seguiu a linha que ONE demonstra para o personagem até aqui. Rola até um momento de compaixão dele, que quer ser um grande herói, por aquele que “rouba” seus atos de heroísmo.

Agora, Genos contra o super androide foi bem bacana, a batalha desenhada de forma genial, e isso serviu para nos trazer o panorama do androide, que apenas quer se vingar do vilão que destruiu a sua vila. Quero ver como isso irá se desenvolver e crescer na trama, pois esse vilão para mim acabará sendo um herói que ele respeita. Não acho que seja Saitama, mas deve ser alguém da classe A.

E por fim, tivemos uma visão de Sonic, que fica chocado com o tanto de vilão que o presidente da organização de heróis chama para poder dar uma chance deles virem para o lado do bem e assim proteger a Terra e evitar que a previsão da grande vidente se concretize.

Li One-Punch Man #8 sem esperar muito, e acabei me surpreendendo com a história e a profundidade dada aos personagens, ainda mais, como eu disse lá em cima, vindo de edições que pouco os evoluíram e apenas ressaltaram o poder de destruição deles.

FICHA TÉCNICA

Título: One-Punch Man #8
Autor: ONE (argumento) e Yusuke Murata (arte)
Editora: Panini Comics – Planet Manga
Ano: 2017
Gênero: Ação, Aventura
Páginas: 204
Formato: 19,8 x 13,4 x 1,4 cm
ISBN: 978-85-426-0745-1