One-Punch Man #10 | Resenha

Inteligente, com boas piadas e cheia de ação, One-Punch Man, de ONE e arte de Yusuke Murata, chega ao seu 10º volume e continua evoluindo bem, e ainda tem umas histórias bônus divertidas e que expandem bem a trama da série.

Neste volume a busca por Garo continua intensa e agora Saitama sabe sobre o caçador de herói, que continua procurando os mais fortes. Garo chega a conhecer um garoto fanático por heróis e vai aprendendo sobre cada um deles, mas não tem a menor ideia sobre Saitama, deixando-o focado até mesmo em King, o número 1.

Tratarem Saitama como um avulso, dando ênfase em todos os outros heróis, como Golden Ball ou Spring Mustachio, é bacana para ele agir de forma nada óbvia, como ter um encontro com ele bem idiota e acabar apanhando feio, sem nem que Saitama saiba sobre ele ser Garo.

Com algumas coisas bacanas acontecendo em paralelo, One-Punch Man aprendeu a dar espaço a todos os seus personagens e até Mumen Rider continua legal, agora Saitama quer aprender artes marciais para compreender Garo e suas táticas para destruir os heróis.

A chegada dos monstros centopeias é legal, mas ficamos na espera deles serem o motivo de colocarem Saitama e Garo frente-a-frente novamente.

One-Punch Man segue sensacional. Com histórias simples e desenvolvimento bacana, isso depois de passar por umas edições bem arrastadas, parece que finalmente ela encontrou um rumo. Além disso, a edição da Panini segue com um material bom, mesmo que algumas edições tiveram que ser recolhida por conta de um erro na capa.

FICHA TÉCNICA

Título: One-Punch Man #10
Autor: ONE (argumento) e Yusuke Murata (arte)
Editora: Panini Comics – Planet Manga
Ano: 2017
Gênero: Ação, Aventura
Páginas: 216
Formato: 20,2 x 13,8 x 1,4 cm
ISBN: 978-85-426-0816-8

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.