My Hero Academia #9 | Resenha

Separando o grupo de alunos no treinamento do acampamento, My Hero Academia nos surpreende com o ataque de alguns vilões e na forma como os alunos precisam lidar com os poderes e a união para escapar de mais um perigo. O mais legal é ver que parte deles só querem uma coisa: Bakugo.

Adorei a ideia do acampamento de verão e a forma como foram apresentados os heróis Pussycats. Só que mesmo com o treinamento intensificado, o problema acaba sendo a invasão dos vilões durante o treinamento. Cada personagem e missão é bem desenhado e abordado, e a quantidade deles em “cena” confunde um pouco, mas dá para nos apegar a cada um, e sempre alguém tem um destaque incrível.

Quando todos começam a ver a necessidade de se unir para irem contra os vilões, resta a Aizawa pedir que a Pussycat Saosaki use seu dom para espalhar a notícia de que os alunos tem permissão de usar o seu dom para se protegerem e até ferirem os vilões se for necessário.

Para mim o destaque acaba sendo Tokoyami e suas sombras negras. Quando na escuridão da floresta e no medo ele acaba perdendo o controle sobre elas, a situação fica intensa, pois os amigos precisão lidar com ele primeiro e só depois ir atrás dos vilões. Gosto como Midoriya acaba tomando para si a liderança e consegue até mesmo salvar o sobrinho das Pussycats e ainda se defende contra o vilão Muscular, que tem o dom de aumentar a força muscular, aliás, bem óbvio o nome.

Agora eles precisam se unir em um ponto para se proteger e evitar que peguem Bakugo, que acabou desaparecendo… Gostei da forma como Uraraka se defende de Toga, que acaba usando os sentimentos da garota por Midoriya para tentar atacá-la.

A cada volume My Hero Academia traz um crescimento incrível em sua história, além disso, sua trama fica mais intensa e não poupa a ideia de que os jovens são apenas alunos a se tornarem heróis, não subestimando assim suas idades ou seus dons.

FICHA TÉCNICA

Título: My Hero Academia #9
Título Original: Buko No Hiro Academia #9
Autor: Kohei Horikoshi
Editora: JBC
Ano: 2018
Gênero: Ação, Aventura
Páginas: 200
Formato: 20,4 x 13,4 x 1,2 cm
ISBN: 978-85-457-0393-8

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.