Mostra SP 2018 | Garotas em Fuga (Cavale) – Resenha

Garotas em Fuga (Cavale, 2018) tem direção de Virginie Gourmel e estreia no Brasil pela Competição de Novos Diretores.

Confira a sinopse:

Kathy, uma adolescente revoltada e reservada, quer apenas uma coisa: escapar da instituição psiquiátrica onde foi trancafiada. Ela logo consegue fugir do lugar e vai em busca do pai, a única pessoa que pode libertá-la de sua prisão. Para tornar as coisas um pouco mais complicadas, suas companheiras de quarto, Nabila e Carole, convidam-se para essa fuga improvisada. Porém, nada acaba saindo como esperado.

Foto: 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

O que achamos: 

Recomendamos. Garotas em Fuga é o perfeito filme de amadurecimento que fala sobre enfrentar os problemas na adolescência e contado de uma forma, às vezes engraçada, outras vezes bem dramática. Com uma diretora iniciante no comando do longa, Garotas em Fuga pode não ter as melhores escolhas em termo de tomadas ou ângulos bem escolhidos mas o roteiro de Micha Waldcheio nos entrega pequenas surpresas (mesmo que com alguns clichês!) ao longo de suas quase 1h50, o que deixa a produção muito fácil de ser apreciada.

Aliado à isso, temos as jovens atrizes (Lisa Viance, Yamina Zaghouani e Noa Pellizari) quese entregam para seus papéis de uma forma incrivelmente bem feita para artistas no começo de carreira. Claro que seus personagens tem arquétipos bem definidos e são quase unidimensionais mas vemos isso como uma forma para garantir a atenção e gerar simpatia com o público.

Afinal, o maior triunfo é que o filme faz é que ao o assistir parece que andamos com pessoas reais, com problemas reais por mais intenso que elas sejam, afinal, as três, estão presas numa instituição mental. Lisa Viance, rouba todas as cenas (e que claramente seria interpretada por Millie Bobby Brown num remake americano) e faz uma protagonista multi-facetada e complexa, onde a cada momento, vamos por descobrir mais sobre os motivos que a levaram a ser internada, e claro, o motivo dela querer sair.

A jornada de Kathy é incrível, triste e de partir o coração e Garotas em Fuga é um daqueles filmes que ao apresentar seus conflitos durante uma grande viagem de carro consegue a cada parada e a cada situação apresentada te conquistar aos poucos.

Nota do Crítico:

Visto na 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.
Sem previsão de estreia no circuito nacional.

Miguel Morales

Sempre posso ser visto lá no Twitter falando sobre o que acontece na TV aberta, nas séries, no cinema e claro outras besteiras. Uso chapéu branco e grito It's Handled! Me segue lá: twitter.com/mpmorales