Miracle Workers | 1×05 – 3 Days

E Miracle Workers segue conseguindo pessoas na busca de salvar a Terra. Depois Sanjay se unir a Craig e Elisa, agora foi a vez de Rosie e foi delicioso ver a sua ascensão como assistente Deus.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

O que vemos é ela chegando da Terra ao Paraíso, no caso a Paraíso Ind., e lá se indicar para um cargo depois de ninguém mais querer. O legal é que ela faz todos os testes possíveis e é a única fazendo, pois todos sabem como é complicado trabalhar ao lado de Deus.

De empolgada e motivada, aos poucos ela faz apenas mais do mesmo e foge das maluquices que Deus cria, e ao ser chamada para ir trabalhar em outro projeto ela só precisa de uma coisa: esperar a Terra explodir.

Ri demais com Craig, Sanjay e Elisa correndo para prolongar a vida da avó de Sam por mais 100 dias só para ele ter o encontro com Laura. A questão é que para isso ele precisa de uma assinatura de Deus, e foi engraçado eles sugerirem que Deus não sabe ler por ficar contemplando os livros.

E as torturas? Quando um dos operários tenta enganar Deus, ele manda para a sala de tortura e ouvimos os gemidos de dor e no final só sai um feijãozinho. Logo no fim do episódio vemos que Craig pegou um dos guarda-chuvas de bebidas de Deus e ele soube, então lá foi Craig para a tortura, que consistia em abrir um pote muito apertado e achar o sabor certinho que Deus mais gosta, em meio a centenas de feijõezinhos de todos os sabores. E é isso!

No final Rosie passa para o lado dos operários e resolve ajudar a Terra, assim Miracle Workers vai fazendo “milagres” em seus operários, que começam a dar mais valor ao trabalho e no projeto em si, ao se ver mais envolvidos com a situação. A série traz uma ótima metáfora do mundo corporativo.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.