Mayara & Annabelle e Calango são os vencedores da 2ª edição da KOHQ!

A Spcine tem um concurso que busca desafiar desenvolveres a criarem um jogo mobile baseado em histórias em quadrinhos, e o anúncio dos vencedores da 2ª edição da KOHQ! aconteceu no último dia 28 de janeiro.

Os ganhadores foram os estúdios Flux Game Studio e Skullfish Studios. O Flux irá adaptar a HQ Calango, de Cristiano Seixas e Eduardo Pansica, enquanto o Skullfish fará a adaptação de Mayara & Annabelle, de Pablo Casado e Talles Rodrigues. Os estúdios levarão R$ 70 mil para o projeto, enquanto os quadrinistas ficarão com R$ 10 mil.

Os estúdios tem 5 meses para desenvolver o jogo.

Mayara & Annabelle

Com roteiro de Pablo Casado e arte de Talles Rodrigues, a HQ traz a história das garotas Mayara e Annabelle, que são caçadoras de demônios, cujo seu principal trabalho é enviá-los de volta ao inferno.

Atualmente a HQ está em seu 5º volume, lançado recentemente na CCXP 2018 e que teve financiamento no Catarse.

Calango

Calango, tem roteiro e finalização de Cristiano Seixas e arte de Eduardo Pansica, é ambientado no sertão brasileiro e traz a história de uma garota solitária que luta por sua vida.

Histórico da KOHQ!

Com a primeira edição lançada em 2017, o concurso reuniu criadores dos games e das histórias em quadrinhos em torno de um objetivo comum: desenvolver um jogo para tablets e celulares a partir de uma HQ. No primeiro ano, o ganhador foi o projeto Timo The Game, da Webcore, que foi lançado no último dia 31 de janeiro.

Timo the Game tem versões para Android e iOS.

Na segunda edição, em 2018, foram 40 HQs inscritas e 14 propostas de games criadas a partir delas. O júri selecionou cinco projetos para a fase final. Os escolhidos tiveram um mês para desenvolver um protótipo de game baseado na HQ que escolheram.

Os representantes dos estúdios e ilustradores apresentaram seus projetos para o corpo de jurados em 15 de dezembro no Centro Cultural São Paulo, em evento aberto ao público.

*Imagem em destaque de Pabllo Casado

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.