Marvel – Punho de Ferro | 1×11-12 – Lead Horse Back to Stable / Bar the Big Voss

Continuando a trama de Marvel – Punho de Ferro, a série rapidamente entra em sua reta final e nos surpreende com alguns conflitos inesperados, mas que foram apenas respaldados aqui, sem dar maior profundidade ao mesmo. Infelizmente até o momento este é o projeto Marvel e Netflix mais sem sal e sem uma identidade marcante.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

O maior conflito criado aqui é o de Danny e Davos, que tenta entender a motivação do Punho de Ferro não querer voltar a K’un-Lun e só entende quando vê que o amigo está apaixonado por Wing. Quando ela escapa das mãos de Bakuto e entende que ele não liga para ela como pessoa e espera que ela lhe traga Danny a todo custo, ela começa a se voltar a favor do amado.

Com essa mudança de sua perspectiva, ela passa uma boa parte dos episódios seguintes tentando compreender como irá recuperar a confiança de Claire e principalmente a de Danny. Quando todos voltam a se reunir, reabrindo a união deles, eles precisam ficar cara-a-cara com Bakuto e destruí-lo, mesmo que diga ser a “parte boa” do Tentáculo.

Ver que não é Danny quem mata Bakuto o mantém puro de certa forma, mas acaba corrompendo um puco de Wing. Mas é então que temos outro problema: Davos. O rapaz não aceita que Danny não queira voltar a seu posto em K’un-Lun, então novamente há uma briga entre eles, onde o Punho de Ferro não consegue ser chamado por Danny e ele precisa purificar o próprio chi.

No meio dessa briga do Tentáculo, Harold consegue o que mais queria, mesmo que tenha colocado a vida de Joy em risco e ela ainda teve uma bala perfurando seu corpo enquanto Danny deveria aparecer. Com tudo fora do caminho e Ward no hospital, Harold decide retornar, e até seu encontro com Hogarth é cheio de rancor, deixando claro que ele nunca foi coisa boa.

Com Bakuto fora do caminho e Ward tentando alertar a todos do perigo do pai, o problema inteiro se vira contra Danny, que acaba sendo colocado na mira da DEO, com Harold alertando que é ele quem injetou as drogas de Madame Gao na empresa. Danny se livra temporariamente do Tentáculo e agora tem uma nova garra para lutar contra.

Marvel – Punho de Ferro então recai sobre o simples e as reviravoltas sem brilho. A questão é que a série poderia ter abraçado mais o clichê dos filmes de ação e artes marciais e não se levar tão a sério. Em breve retorno com a conclusão deste primeiro ano de Danny Randy.

Fico por aqui, comentem e to be continued