Marvel – Os Defensores | 1×07-08 – Fish in the Jailhouse / The Defenders [Season Finale]

Depois de muito tempo, eis eu aqui para comentar os episódios finais da aguardada Marvel – Os Defensores, só que infelizmente, com alguns deslizes depois da virada de Elektra, a série deu uma desandada, mesmo que as cenas de ação tenham ficado muito interessantes, e os destinos de alguns membros do Tentáculo tenham sido o que eu esperava.

ALERTA DE SPOILER: Este artigo contém informações sobre os principais acontecimentos do episódio. Continue a ler por sua conta e risco.

No episódio “Fish in the Jailhouse” acompanhamos os defensores Matt, Jessica e Luke na polícia, uma vez que foram encontrados na cena do crime com a morte de Stick e o sumiço de Danny. Os momentos na prisão servem para Foggy ajudar Matt a manter o nome limpo enquanto vira Demolidor, e para Colleen acabar pegando as C4 e levar para a Midland, para concluir o plano do arquiteto.

Ao lado de Gao, Bakuto, e Murakami descobrimos com Elektra que o que eles queriam era pegar os restos de um dragão que estava sob Nova Iorque e que foi trancado por um Punho de Ferro e somente Danny poderia abrir o portal. A questão é que se mexerem nos ossos do dragão, a cidade pode afundar… Os ossos do dragão eram importantes para eles fazerem o elixir que os mantinham vivos, enquanto eu jurava que era para eles adentrarem K’un-Lun de alguma forma. No fim Elektra engana Danny, que abre o portal e dá de cara com o dragão…

Em “The Defenders” a luta em si acontece, com Colleen e Claire lutando para colocar as bombas nos locais centrais para derrubar o prédio e enterrar a escavação do Tentáculo, mas Bakuto aparece e na luta até mesmo Misty Knight entra na luta, perdendo o braço direito na tentativa de salvar a vida de Claire, dando tempo para Colleen matá-lo e assim ter sua vingança.

No fundo do poço temos as lutas entre Danny, Matt, Jessica e Luke contra o Tentáculo e Elektra, mas acabam muitos morrendo e Elektra e Matt ficando no fundo do poço, dando tempo de Danny, Jessica e Luke encontrarem Misty, Colleen e Claire e escaparem do desabamento do prédio da Midland. Danny e Elektra, após intensa luta, conseguem se entender e somem um no braço do outro.

A cena do reencontro dos defensores com Karen e Foggy dando a notícia de Matt foi bem emocionante, e fica aí aberto o seu retorno para uma 3ª temporada, já que a última cena é Matt acordando em um quarto com freiras cuidando dele.

As tramas das séries são concluídas aqui e todos agora tem uma nova chance a frente deles e prometendo protegerem a cidade como uma forma de honrar Matt.

Com cada um seguindo o seu caminho e com inúmeras possibilidades se abrindo, Marvel – Os Defensores fecha essa “1ª fase” da Marvel na Netflix até que de forma interessante e já ficamos no aguardo das novas temporadas de Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, e talvez a de Punho de Ferro, que precisou de um showrunner diferente para melhorar um pouquinho…. O importante é que ainda este ano temos O Justiceiro

Comparada com as temporadas anteriores de suas séries, Marvel – Os Defensores fortaleceu nossos sentimentos por Matt Murdock e Jessica Jones, e deu uma chance melhor a Luke Cage, mas é Danny Rand quem teve um desenvolvimento melhor do que em sua série, mesmo que Finn Jones ainda precise melhorar muito, assim como todos envolvidos nos roteiros de sua produção.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.